Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Videos

Loading Player...
Boa Tarde! Hoje é Quarta, 1 de Julho de 2015

O amor e o ódio na política de Boca do AcreComo não sou um “viriador” e tão pouco tenho medo de expressar as minhas convicções, hoje teremos a oportunidade de discutir dois sentimentos que viraram protagonistas na hora de determinar o futuro do Município de Boca do Acre.

Nos últimos vinte anos, alguns profissionais da política passaram a usar o amor e o ódio como justificativa para determinar o ato de votar no candidato A e B. Embora, muitas pessoas não tenham a capacidade de discernimento, mas o amor e o ódio foram os responsáveis pelas maiores desgraças que já aconteceram no Município de Boca do Acre.

Alguns profissionais da política passaram a adotar a tática de inflamar os eleitores em períodos eleitorais. E, como consequência dessa ação maquiavélica, dezenas de pessoas movidas pelo sentimento de vingança ou pelo ódio, foram influenciadas a praticar o maior ato de terrorismo já visto em nosso município.
Isso aconteceu na trágica noite de 03 de outubro. Em um processo eleitoral conflituoso, onde o “amor” e o ódio foram fatores preponderantes para levar às pessoas a perderem a razão e, sobretudo, o espírito público ao tocar fogo na prefeitura, na câmara, na rádio, no cartório e na residência do prefeito. Isso manchou a imagem da cidade. Pois até então, a cidade era conhecida pelo seu povo ordeiro, hospitaleiro e pacífico.

Além de ter manchado a história da cidade, esse fato se tornou um divisor de águas para administração pública e até mesmo para alguns “legisladores”. Os políticos passaram a governar com emoção e sem razão. E pelo incrível que pareça alguns agentes públicos eleitos pelo povo para servir como contra ponto ao prefeito (a) passaram a se esconder atrás de suas faces nefastas para exercer o papel de defensores da perseguição contra os servidores públicos. As pessoas que faziam e fazem parte de grupos derrotados passaram a serem alvos de perseguições implacáveis. E o mais preocupante, é que essa prática já se tornou cultura.

Em Boca do Acre, os governos não são para o povo, mas para os correligionários que “deram a cara a tapa” e carregaram a bandeira nas costas e pregaram um cartaz em suas residências. Por outro lado, aos que tiveram a infelicidade de acompanhar o candidato derrotado, é só peia!!!!

Essa realidade é preocupante e é tudo ao contrário do que prega a teoria política. A palavra política tem vários significados. Um deles é o ato de governar, de administrar e cuidar das instituições públicas, ou seja, do Estado. O povo paga impostos, e esse dinheiro deve ser aplicado para o bem de TODOS, como, por exemplo, para pagar os servidores sem distinção política, reformar prédios, construção de escolas, creches, melhorar e ampliar o atendimento na saúde, instalar rede de esgoto, abrir ruas, fazer a coleta periódica do lixo e etc.

Portanto, podemos concluir que o amor que tantos políticos usam como argumento na hora pedir o voto dos eleitores nada mais é do que um marketing político maquiavélico. Pois não podemos enxergar o amor onde não há o respeito e, além disso, o amor não se fundamenta no interesse pessoal, mas, na virtude.

Infelizmente, em razão da polarização política que tomou conta da cidade, ainda não há margem nem perspectiva de surgimento de um novo pensamento político que possa preparar a Boca do Acre para o futuro. Mas, como somos brasileiros e filhos de Deus, sonhar não custa nada, o nosso sonho é tão real...


Este artigo é total responsabilidade de seu idealizador e não reflete necessariamente a opinião do Web Jornal Portal do Purus. Visite nossa página de Política de privacidade.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Deixe o seu comentário

Postar um comentário como um convidado

0
Seus comentários são sujeitos a moderação do administrador.
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015