Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Videos

Loading Player...
Boa Noite! Hoje é Domingo, 24 de Maio de 2015

aeroportoA pista de pouso onde um motociclista morreu após ser atingido por um avião, em Pauini, no Amazonas, estava interditada desde março de 2011 por falta de infraestrutura para funcionamento e riscos operacionais. A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (23), pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). "Nenhum operador aéreo poderia estar utilizando a pista para pousos e decolagens", informou a Anac em nota enviada ao G1.

O acidente aéreo envolvendo o motociclista ocorreu na tarde da quarta-feira (22). De acordo com a representação do município na capital, o homem atravessava a pista de pouso da cidade no momento do acidente. Ele foi decapitado.

Questionada sobre possíveis falhas na fiscalização das pistas de pousos no Amazonas, a Anac disse que "a fiscalização sobre segurança é a prioridade da Agência e vai além das ações observadas nos saguões dos aeroportos, alcançando a certificação das aeronaves, a habilitação da tripulação e dos procedimentos de segurança adotados tanto pelas empresas quanto pelos aeroportos".

"A Agência trabalha com conceitos preventivos de mitigação de riscos, obtida por meio de ações de vigilância continuada e de monitoramento das operações. As fiscalizações ocorrem, portanto, de forma programada, não programada e a partir de denúncias", informou.

A Anac informou ao G1 que vai abrir um processo administrativo para apurar possíveis irregularidades na fiscalização da pista. Ainda segundo a Agência, somente a partir do resultado das investigações, o piloto, o operador aéreo e aeroportuário poderão ser punidos pelo acidente.

O órgão afirmou ainda que aguarda relatório oficial do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), da Aeronáutica, para dar seguimento às investigações. Ainda segundo a Anac, somente após esse processo será possível apontar se o piloto que conduzia o avião possuía habilitação e Certificado de Capacidade Física (CCF) válidos para pilotar a aeronave.

De acordo com a Agência, a aeronave modelo EMB-720D, utilizada no momento do acidente, encontra-se regular no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB). A validade de Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade também estão com situação regular.

O município não possui aeroporto. A pista de pouso de Pauini, onde ocorreu o acidente, é localizada no centro da cidade. De acordo com moradores, após registro de um acidente, o local foi cercado por arame farpado, mas devido à falta de manutenção a cerca foi rompida em diversos pontos.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Deixe o seu comentário

Postar um comentário como um convidado

0
Seus comentários são sujeitos a moderação do administrador.
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontrado

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015