Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Decisão judicial pode deixar Amazonas sem energia elétrica

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Risco de corte no fornecimento está atrelado ao atendimento de uma liminar dada pela Justiça em ação popular que pede a suspensão do repasse de R$ 1,33 bilhão à Amazonas Energia

O cumprimento de uma decisão judicial poderá deixar o Estado do Amazonas sem energia. O risco de corte no fornecimento está atrelado ao atendimento de uma liminar dada pela Justiça em ação popular que pede a suspensão do repasse de R$ 1,33 bilhão à Amazonas Energia, estatal controlada pelo Grupo Eletrobrás. O dinheiro é referente a pagamentos a mais feitos no passado nas contas de luz.

O Estado teve acesso a uma nota técnica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que orienta o cumprimento da decisão judicial. No documento, os técnicos da agência deixam claro que "o bloqueio de recursos à beneficiária Eletrobrás Amazonas Energia (AmE) produto da decisão liminar, conduz à provável interrupção no fornecimento de energia elétrica para o Estado do Amazonas".

A origem do problema está em um acerto de contas com a Amazonas Energia, que em anos anteriores recebeu valores acima do devido para comprar gás de usinas térmicas da região e distribuir energia para a população do Estado. Ao apurar essa diferença, a Eletrobrás reconheceu um montante que, em valores atualizados até fevereiro deste ano, chegam a R$ 1,332 bilhão.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015