Adautivo diz que pretende instalar comissão para investigar recurso do Fundeb

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
adautivo
FOTO: FACEBOOK

O pagamento da segunda parcela do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), gerou grande descontentamento na classe docente, regida pela Secretaria Municipal de Educação.

O motivo é que o valor daquilo que seria a segunda metade do abono, foi muito abaixo do que previam os professores e do que a prefeitura prometera. A perda salarial foi da ordem de 58%, em valores, significa que o professor com uma matrícula, deixou de receber R$ 873,00 e o professor com duas matrículas, perdeu R$ 1.746,00.

Inúmeros professores procuraram o presidente da Câmara Municipal de Boca do Acre, Adautivo Ferreira da Silva, para falar sobre as supostas irregularidades no uso do recurso proveniente  da reposição  do FUNDEB. “Visando dar  uma resposta à  dezenas de professores que nos procurou, irei formalizar  a instalação de uma COMISSÃO  ESPECIAL  DE INQUÉRITO (CEI), que  terá  a finalidade  de investigar o destino desse dinheiro”, disse Adautivo.

Sobre os 40%

“Vale salientar que nenhuma  escola foi ou  está sendo reformada, nenhuma  escola  adquiriu equipamentos novos e muito menos usaram 60% desse recurso com abono aos professores. Por essa, temos o dever de esclarecer  tudo  isso!”, rematou o vereador.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015