Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Usinas de RO monitoram águas para evitar que Acre fique isolado

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

No Abunã, o nível do Rio Madeira é de 20,94 metros, medição feita na última quinta-feira (8), e começa a preocupar os órgãos do Acre e Rondônia. Em entrevista a Rádio CBN, o major do Corpo de Bombeiros Cláudio Falcão disse que se o rio ficar acima de 21 metros, possivelmente a água já alcança a BR-364, a situação é preocupante.

O coordenador estadual de Defesa Civil e também comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista, esteve reunido com todos os órgãos de Rondônia na última sexta-feira (2).

“Inclusive, fez uma visita ‘in loco’ à Usina de Jirau, onde ele pôde constatar que a usina, com a sua regulação de água, pode segurar o nível do Rio Madeira de uma maneira que a água não venha subir na rodovia”, explica.

O major enfatiza ainda que foi firmado um compromisso entre os órgãos e a usina para que o tráfego da BR-364 continue liberado e sem riscos de isolar o Acre novamente, como ocorreu em 2014.

Os pontos mais críticos ficam na Nova Mutum e também no município de Jaci-Paraná.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, há previsão de bastante chuva da Bolívia e as águas devem escoar pra dentro da região brasileira aumentando o nível do Rio Madeira na sua extensão e seus principais afluentes.

Já no Acre, os níveis dos rios também seguem com instabilidade. Em Rio Branco, o Rio Acre marcou 8,04 metros na medição desta quinta-feira (8).

Aumentou também os níveis em Capixaba, contudo, os demais municípios, Xapuri, Brasileia, Assis Brasil, Epitaciolândia, registraram baixa nas últimas 24 horas. Com informações G1.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015