Comunhão com Deus

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
gilmar
FOTO: GILMAR

Para quem busca a comunhão com Deus se faz necessário conhecer a si mesmo. Tomar ciência de suas ações - pensamentos, palavras e sentimentos. Para enfim praticar um dos ensinamentos de Cristo: A remoção da hipocrisia. Neste estágio começamos a tomar as rédeas de nossas vidas, nos tornando responsáveis por nossas atitudes diante das mais diversas situações, ninguém poderá ser culpado pela vida miserável que leva. Claro que Deus por sua onipresença está em tudo e em todo lugar cabendo a nós fazer a religação e comungar na fonte da vida. Deus como Ser supremo, habitante do templo do universo na cúpula da eternidade, ornamentada por estrelas e pela lua, não poderá fazer morada na ignorância do homem. Lembrando ainda que Cristo disse que buscássemos a perfeição como a Dele e a do Pai.

Comungar com Deus é muito mais que um simples esforço de ir à templos e igrejas construídas por pompas e riquezas levantados pelo orgulho do homem. Comungar com Deus é muito maior que ter um terço pendurado no pescoço ou uma bíblia embaixo dos braços. Comungar com Deus é você se conectar com Ele em seu santuário interno. E fazer esta conexão permanente, a fim de perceber e sentir sua perfeição divina no Céu, na terra, no mar, na natureza. Comungar com Deus é Ser você em sua mais pura essência, o amor. A verdadeira religião é aquela capaz de lhe dar esta reconexão interior com seu, o meu ‘Eu Divino’ (Espírito), que habita nosso mundo interno, afinal somos templo e morada do Espírito.

Estar em comunhão com o pai requer desapego, assim como uma gota de orvalho pendurada em uma pétala de rosa. A qualquer momento ela pode sucumbir, um simples toque, o vento ou o sol poderá provocar o fim de sua aventura.

Devo lembrar que a escuridão e o medo são criados pela nossa ignorância espiritual. E não pela ausência da luz de Deus que é um Ser onipresente, e portanto está em todo lugar. Assim como a chuva molha o justo e o injusto, o sol ilumina os bons e os maus. Deus em sua eterna bondade também sustenta e dá vida a todos indistintamente esperando o momento de seu retorno. Acorde para sua Luz Interior e reconecte-se com Deus, afinal somos seres de luzes. A ciência já consegue hoje observar a aura do homem, uma prova de nossa energia (luz) irradiante.

Viver no mundo mas não pertencer a ele é uma tarefa a ser desenvolvida a quem busca a conexão interior com sua perfeição divina. Aprender a apreciar as coisas belas da vida enquanto durem e saber que no mundo das formas tudo é passageiro. Principalmente pelo nosso sentido limitado de felicidade que se baseia em desejos e percepções sensoriais.

Estamos felizes quando saboreamos uma pizza, um sorvete, um chocolate. Outros ficam felizes assistindo um jogo de futebol ou um filme; Enfim todas são formas passageiras de uma falsa sensação de felicidade que mais tarde provoca desapontamento, saciedade e desgosto.

Comungar com Deus é ter a capacidade de ficar em silêncio, fechar os olhos, e com a chave mestra da atenção aquietar os pensamentos e sentir a harmonia interior tomar conta de todo o Ser.

Sou fã dos orientais neste sentido. Principalmente pela forma como buscam a Deus através da meditação. Vejo que eles são muito mais avançados espiritualmente que nós os ocidentais imerso em um marasmo de medos e preconceitos tolos. E nesta escola da vida, vou arriscar dizer que nós ocidentais estamos frequentando o jardim de infância, se comparado à nossos irmãos do oriente.

Fico por aqui e desejo a todos paz e saúde.

Artigos relacionados

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015