Artigos

Veículo é encontrado capotado na 317, sem vítimas fatais

A motorista do carro foi socorrida e levada à capital acreana sem ferimentos, mas reclamando de dores no corpo


acidente br 317Um veículo preto, aparentemente top de linha, foi encontrado capotado no km 80 da BR-317, no sentido Rio Branco/Ac, na manhã desta quinta-feira (28). Segundo informações extraoficiais, o carro estava sendo conduzido por uma mulher, que por enquanto só se sabe o primeiro nome, Marlene, mas as primeiras informações dão conta de que ela foi levada para a capital acreana e sem ferimentos graves.

vítima br 317Quem registrou o fato foi um motorista da Distribuidora Coimbra, que ao passar pelo local, por volta das 10 horas da manhã, viu o veículo de rodas para o ar. O acidente ocorreu dentro de uma das reservas indígenas, no trecho em que a BR não tem pavimento e foi recuperado recentemente.

Ainda conforme informações de terceiros, o carro não tem placa de Boca do Acre e nem a única ocupante não parece residir no município. A Polícia Civil não tem informações sobre o episódio.

Atenção

Em razão dos intervalos de barro da rodovia terem sido recuperados há pouco tempo, e seduzidos pelo solo uniforme, os motoristas muitas vezes pisam fundo no acelerador querendo encurtar a viagem, entretanto, o chão não tem aderência, além do quê, as piçarras favorecem a perda de controle do veículo e os acidentes acabam sendo inevitáveis.

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece velocidade limite de 60 km/h em vias não pavimentadas, acima disso, o veículo se torna completamente vulnerável a ocorrências que podem terminar de forma fatal.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Você não pode perder a super promoção do Varejão do Lar

O Varejão do Lar não fica para trás nas promoções atrativas. Os brindes serão sorteados a partir do mês de outubro, em comemoração ao Dia das Crianças. Os prêmios serão um carrinho elétrico e uma moto elétrica.
varejão do lar
No dia 10 de cada mês, até o fim de 2014. O Varejão do Lar irá fazer o sorteio de uma TV de 32 polegadas. Para o final do ano, no mês de dezembro, o Varejão ainda duas motos Fan para serem sorteadas aos clientes, uma no dia 25 e a outra no último dia do ano.

Para participar dessa mega promoção, o cliente precisa fazer uma compra no valor de R$ 10,00.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Vila Engenharia começa derramar concreto no Desvio

O Desvio foi levantado entre 30 e 80 centímetros e a pista vai ficar com oito metros de largura e, além disso, a Oscar Moreira ainda terá a cobertura de concreto com 15 centímetros de espessura


desvioComeçou hoje, terça-feira (26), o serviço de concretagem da rua Oscar Moreira, o Desvio. Depois do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Obras, que consistiu no aterramento dos 900 metros da via, a empresa responsável pela reconstrução do sistema viário de Boca do Acre deu início à fase final com a pavimentação em concreto armado.

O Desvio está recebendo um trabalho diferenciado das demais vias urbanas de Boca do Acre. De acordo com o secretário municipal de Obras, Edygley Melo, o Desvio foi levantado entre 30 e 80 centímetros e a pista vai ficar com oito metros de largura e, além disso, a Oscar Moreira ainda terá a cobertura de concreto com 15 centímetros de espessura. É a rua mais larga e mais elevada, uma obra realizada através de uma ação conjunta entre a Vila Engenharia e Prefeitura.

O motivo dessa atenção especial é porque o Desvio é a principal via de ligação entre a cidade baixa e a cidade administrativa, que recebe um dos maiores fluxos de veículos, entre carros de passeio, carros pesados e motocicletas. Outra motivação são as prováveis futuras cheias. A intenção da Secretaria de Obras é manter a trafegabilidade no local mesmo quando a água já tiver alcançado altos níveis de inundação.

Em oito dias a primeira pista já estará liberada para o tráfego

Segundo o encarregado da Vila Engenharia, não haverá interrupção no tráfego de veículos no Desvio. A pretensão é que os trabalhos sejam entregues em até quatro dias e, no prazo máximo de oito dias a primeira pista concretada já esteja liberada para o tráfego de veículos de passeio. Ainda conforme o encarregado, a Prefeitura se comprometeu de abrir uma via alternativa para que se evite o trânsito de caminhões.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Em três anos, os maiores traficantes da cidade já foram parar atrás das grades

Já foi preso do traficante mais antigo ao mais recente, do filho à mãe


As polícias Militar e Civil de Boca do Acre estão desempenhando um papel jamais visto no município no combate ao tráfico de drogas. São ações contundentes, que já levaram para a prisão a maioria dos grandes traficantes da cidade, sem contar com aqueles que são considerados de pequeno e médio porte, mas que semanalmente estão sendo presos em flagrante por estar comercializando produto entorpecente.

Evandro: mais de 30 anos de tráfico

Evandro Menezes do NascimentoAs ações começaram pelo maior de todos. Evandro Menezes do Nascimento (54 anos) foi preso em casa, na zona rural de Boca do Acre, na comunidade Canto Escuro, margem esquerda do baixo rio Purus. Evandro cultivava e fazia o preparo da droga em casa. Depois de embalada, o alucinógeno seguia para abastecer os ‘mercados’ de Boca do Acre e Pauini.

Evandro praticava o tráfico de drogas há mais de 30 anos. Antes da prisão dele, em 2011, a única vez que a polícia suspeitou de alguma ilicitude foi há 28 anos, mas, apesar das investigações, não foi encontrado qualquer tipo de prova do envolvimento dele com o tráfico. Na época da prisão, a polícia encontrou 740g de maconha. Até hoje Evandro se encontra preso, sem ter obtido qualquer vantagem para responder o processo em liberdade.

Tonho Aldo: receptador

Também no ano de 2011 foi a vez da queda de Tonho Aldo. Ele e a esposa, Maria A. França de Souza, 43 anos, vulgo “Mundoca”, eram chefes de uma boca de fumo, e no dia da prisão, ainda tentaram se livrar da droga, mas não obtiveram êxito, sendo presos em flagrante. Na ocasião a polícia ainda prendeu Rudson Lima Brandão, 31 anos de idade, vulgo “Gordinho”, que atuava na organização criminosa como “aviãozinho”.

Tonho Aldo também era conhecido por ser receptador de produtos de furtos ou roubos, ou seja, o traficante aceitava bicicletas, celulares e outros artigos que os usuários usavam como moeda de troca.

Reincidência

O casal conseguiu o benefício de responder o processo em liberdade. Entretanto, não deixaram de praticar o tráfico e em outubro de 2012, Tonho Aldo e Mundoca foram presos pela segunda vez e agora estão aguardando o julgamento reclusos no 61º DIP.

Baqueba: o retorno

baquebaMamed Leopoldino Mustafa, de 54 anos, conhecido como “Baqueba” foi preso em flagrante em agosto de 2012 sob a acusação de tráfico de drogas. A polícia apreendeu 105 gramas de cocaína, R$ 1.500,00 em dinheiro e muita munição. Baqueba já havia cumprido pena pelo mesmo crime, tráfico de entorpecente

Afrain: além fronteiras

afraimTambém no ano de 2012 mais um que ocupava o topo da lista dos mais procurados foi preso. Afrain Freires dos Santos, de 31 anos, foi preso na rua Cajazeira, no bairro Praia do Gado. Com ele, a polícia encontrou aproximadamente 500g de ‘barrilha’, material utilizado para confeccionar a droga. Afrain era um traficante interestadual e intermunicipal, pois fornecia drogas para as cidades de Boca do Acre e Lábrea no Amazonas, e no estado do Acre, para a capital acreana e Sena Madureira.

‘Sassá’: droga e homicídio no currículo

sassáHá muito tempo que a polícia de Boca do Acre estava no encalce de Francisco de Assis dos Santos Oliveira, 25 anos, vulgo ‘Sassá’. O motivo pelo qual o traficante ainda não tinha ido parar na prisão era uma situação que confirmasse as suspeitas de que ele é era um dos principais abastecedores de droga em Boca do Acre. Ultimamente Sassá era o ‘dono’ do bairro Maria Leopoldina, comandando as vendas de material entorpecente de dentro da comunidade.

Entretanto, o gozo de liberdade do meliante teve fim na manhã da última sexta-feira (8). Segundo informações da Polícia Militar, Sassá teria adquirido uma colônia na estrada do Projeto de Assentamento Monte, no km 06. Ainda conforme a PM, Sassá estava usando a propriedade para o cultivo e preparo da droga, que de lá era distribuída para as mãos de outros traficantes, como uma forma de despistar a atenção da polícia.

De posse de todos os elementos, as polícias Civil e Militar foram até o local e constataram todas as informações. Segundo o boletim da PM, Sassá estava na companhia de mais dois rapazes. Para a polícia, Sassá negou que estivesse cultivando e beneficiando entorpecente, entretanto, ao adentrar a residência do acusado, os policiais encontraram “10 pedaços de uma substância prensada, esverdeada, com odor e características de “maconha” embalados em filme plástico transparente, pesando em média 0,7g cada, totalizando 7,7g”, conforme descreve o boletim da Polícia Militar.

Durante a varredura, além da maconha, a polícia ainda encontrou uma espingarda cartucheira calibre .20, sem marca aparente, nº 7230 e dois cartuchos calibre .20, da marca CBC, sendo um intacto e outro deflagrado.

Crime hediondo

Sassá também já tinha contra ele um mandato de prisão. O motivo é a suspeita da prática de dois crimes bárbaros. Conforme a PM, Sassá é o suposto autor de dois homicídios, sendo que em um deles com requintes de crueldade, no qual a vítima foi queimada. Segundo o Comandante da 5ª CIPM, Capitão Malheiros, Sassá era um dos últimos traficantes dos mais antigos que atuavam no município. O capitão da PM fez questão de destacar a persistência do delegado de Polícia Civil Fábio Aly, que tem trabalhado diuturnamente para que os processos não fiquem inertes dentro da delegacia.

“Ele tem feito grandes esforços no sentido de representar pelas prisões preventivas de traficantes reincidentes e daqueles que vendem drogas fazendo mal à sociedade, entre eles Sassá e Bereca, mostrando competência e comprometimento com a atividade policial, com certeza o município ganhou muito com a chegada de Fábio”, ressaltou Malheiros.

Mãe de Sassá também é presa

A família do tráfico. Dois dias após a prisão do filho, a Polícia Militar prendeu em flagrante Maria Alzerina Santos de Oliveira, 53 anos, mãe de ‘Sassá’. Com ela a polícia encontrou 28 trouxinhas de pasta à base de cocaína. Segundo informações da polícia, Alzerina já cumpre medida alternativa por condenação de tráfico de entorpecentes.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Mulher de 21 anos é apanhada com 24 trouxinhas de pasta à base de cocaína

A mulher, assim como a maioria dos traficantes presos em Boca do Acre, fazia da própria casa o ponto de venda de droga.


Renata Moura da Silva, 21 anos, foi presa em flagrante na noite do dia 21 de agosto. A prisão da mulher ocorreu na última quinta-feira (21), na rua BL 11, no Platô do Piquiá. Quem efetuou a prisão foram os policiais motociclistas que estavam realizando o policiamento ostensivo de rotina e receberam a informação pela rede de rádio da PM, de que Renata estaria comercializando droga nas dependências de sua residência.

Os policiais foram até o local indicado. Com a permissão de Renata, os PMs adentraram à residência para vasculhar os cômodos em busca de material entorpecente. Depois de ser inquirida pela polícia, Renata resolveu dizer que a droga estaria escondida no quintal da casa. A polícia encontrou quatro pequenos invólucros, conhecidos como ‘dolinhas’, de pasta à base de cocaína.

No entanto, não se dando por satisfeitos com a quantidade, os policiais continuaram o interrogatório até que a acusada resolveu dizer que havia uma lata de margarina com mais vinte trouxinhas do mesmo produto.

Diante dos fatos incontestáveis, onde se configurou o flagrante por tráfico de droga, os policiais deram voz de prisão a Renata e a conduziram ao 61º DIP.

Participaram da operação: os soldados Idalgo e E. Leite

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Desenvolvido por ABCMIX - Joomla Site Designer - 2012