Artigos

Babado Novo abre e Israel Novaes encerra 20º Festival de Praia de Boca do Acre

O maior festival de verão da região vai começar dia 16 de agosto e será encerrado no dia 07 de setembro.


20° festival de praiaVai começar o maior festival de verão da região. Boca do Acre é o palco da realização da 20ª edição do Festival de Praia, evento que começou em 1995 e chegou à maioridade se consolidando como o evento de maior expressão na calha do Purus. O festival atraia turistas de todos os cantos, vindos de estados como Acre, Rondônia e de outras localidades do Amazonas e do Brasil.

Neste ano o festival vai iniciar no dia 16 de agosto. A banda Babado Novo, sob nova direção, já foi confirmada como uma das atrações nacionais da festa. O show de abertura será da banda baiana que irá se apresentar no primeiro luau.

Além do axé da Bahia, o Festival ainda contará com show da banda Saia Rodada, que junto com o sertanejo Israel Novaes irão fazer o fechamento do 20º Festival de Praia. Além dos shows nacionais, o festival ainda terá apresentações de bandas regionais e locais.

Confira a programação completa.

1º final de semana
Dia 16 de agosto: Luau de abertura com a banda Babado Novo

Dia 17 de agosto: Domingueira com Júnior Paulain e Israel Paulain

2º final de semana
Dia 23 de agosto: Luau com a banda Pagodão SA

Dia 24 de agosto: Domingueira com Ferdiney Rio e banda

3º final de semana
Dia 30 de agosto: Luau com a banda Swing Cowntry

Dia 31 de agosto: Domingueira com a Banda Dendê a Dois

4º final de semana
Dia 06 de setembro: Último luau com a banda de forró Saia Rodada

Dia 07 de setembro: Última domingueira com Israel Novaes.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Motorista ‘estaciona’ em cima de rua com concreto recém colocado

Segundo informações não oficiais, o motorista estaria com sinais de embriaguez.


Motorista ‘estaciona’ em cima de rua com concreto recém colocadoOs bocacrenses esperaram por mais de quatro anos para saírem da tortura da poeira e da lama. Para muitos, ver o asfalto e o concreto passando em frente das suas casas é motivo de alívio, alegria e a sensação de que não mais terão as casas empoeiradas ou terão que colocar sacolas nos pés para poder trafegar.

No entanto, alguns cidadãos desavisados, desrespeitosos, ignorantes e sem a menor noção parecem passar por cima dos benefícios. Foi o que aconteceu na última quinta-feira (24), quando um veículo preto, da marca Volkswagen, literalmente invadiu as obras passando inacreditavelmente com as rodas por cima de uma rua que estava recebendo naquele instante o concreto armado.

O carro surpreendeu os funcionários da Vila Engenharia que trabalhavam no local por volta das 20 horas. O motorista não teve respeito e invadiu a rua, estragando muitos metros de pavimento que haviam sido recém colocados e tiveram que ser refeito, atrasando e atrapalhando o trabalho da empreiteira. O condutor irresponsável não teve o nome divulgado.

Essa não é a primeira vez que pessoas sem noção atrapalham o serviço de reconstrução da malha viária de Boca do Acre. Logo que a pavimentação das ruas do bairro Praia do Gado começou, marcas de pés e pneus de bicicletas foram fotografadas, demonstrando a ignorância que algumas pessoas exibem ao não respeitar um serviço que é para o bem coletivo.
Motorista ‘estaciona’ em cima de rua com concreto recém colocado
Desde o começo dos trabalhos que a Vila Engenharia vem contanto com a falta de sensibilidade dos bocacrenses. É constante e comum ver as pessoas trafegando de carro, moto, bicicleta ou mesmo a pé por entre as máquinas pesadas, algumas vezes na iminência de sofrer um acidente.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Servidores da Prefeitura trocam de banco pela segunda vez no ano

Mais um capricho do prefeito faz 600 funcionários da Prefeitura migrarem do Banco do Brasil para o Bradesco.


Virou brincadeira por parte da Prefeitura de Boca do Acre. Isso só acontece nos mandatos do prefeito Iran Lima, que se sente completamente à vontade fazendo o povo de ‘besta’. Essa é a segunda vez no ano de 2014 que os funcionários da Prefeitura terão que migrar de uma instituição financeira para outra.

Na semana passada, um carro de som rodou vários dias pela cidade informando que grande parte dos funcionários públicos do município de Boca do Acre teriam que se encaminhar até o Bradesco para abrir conta ou fazer atualização cadastral, uma vez que a prefeitura decidiu que o Bradesco seria o banco onde 600 servidores iriam receber seus salários.
 
Quando soube do fato, o vereador Adautivo da Silva, em conversa com o Jornal Opinião, chamou o prefeito de ‘palhaço’. O parlamentar disse que os funcionários estão sendo feitos de trouxa, tendo que ficar de um lado para o outro, saindo de um banco e entrando em outro, somente por conta da tirania do chefe do poder executivo.

Pelas redes sociais, o vereador foi mais incisivo. Na sua página no facebook, Adautivo alterou o tom e soltou cobras e lagartos para cima do prefeito. “A grande maioria dos servidores municipais receberam os seus vencimentos salariais na Agência do BASA durante quase 13 anos. E de uma hora para outra os servidores foram forçados a receber no início de 2014 os seus vencimentos na Agência do BB (Banco do Brasil). As pessoas foram submetidas a enfrentar uma verdadeira peregrinação e sobretudo, uma humilhação em longas e intermináveis filas durante o período de abertura de conta. E, de uma hora para outra somos informados por carro volante que todos os servidores municipais irão receber seus vencimentos a partir do mês de julho no Bradesco. Ora, vai ser avacalhado assim na China. Esse ditador deveria criar vergonha na cara e parar de brincar com as pessoas. Depois de passarmos vários dias em longas filas para abrir uma conta e agora ele vem com essa. Vá procurar o que fazer seu ditador”, escreveu em seu microblog o vereador Adautivo.

Como dito anteriormente, essa é a segunda ocasião que o fato acontece com os servidores do município. Primeiro ocorreu com os servidores da Educação, que foram obrigados a encerrar suas contas no Banco da Amazônia e se tornarem clientes do Banco do Brasil. Foi uma correria e um transtorno impagável, com professores e demais servidores da Secretaria de Educação tendo que providenciar abertura de contas para poder perceber seus vencimentos no mês.

Está acontecendo exatamente o mesmo fato. Segundo informações do secretário municipal de Administração, Jader Santana, 600 funcionários terão que providenciar toda a burocracia, isso porque a mudança de banco já está valendo para o mês de julho. Perguntado sobre os motivos que levaram o prefeito a mudar mais uma vez de banco, o secretário disse não saber. Jader informou ainda que somente os funcionários da Secretaria de Educação irão permanecer como correntistas do Banco do Brasil.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Sexta-feira é marcada por protestos em frente ao Fórum Oswaldo Frota

O levante dos profissionais da Saúde tinha como foco pressionar o Judiciário a deferir um Pedido de Reconsideração feito pela Procuradoria do Município.


boca do acreDezenas de servidores da Saúde que foram aprovados no polêmico Processo Seletivo Simplificado da Secretaria Municipal de Saúde, se reuniram em protesto em frente ao Fórum Oswaldo Frota, na manhã e tarde desta sexta-feira (25). Os manifestantes se dizem injustiçados em razão do cancelamento do resultado do PSS determinado pela Justiça, a pedido do Ministério Público, que entrou com uma Ação Civil Pública em razão de ter encontrado irregularidades na forma como o concurso foi executado.

Segundo informações extraoficiais, a mobilização em frente ao Fórum de Justiça se deu em razão de um Pedido de Reconsideração feito pela Procuradoria do município. Ainda segundo informes não oficiais, o Juiz de Direito da Comarca de Boca do Acre indeferiu o pedido mantendo a decisão de suspensão do resultado do PSS.

Sobre o PSS, novas informações constam que além do pedido de cancelamento do resultado do concurso, o promotor ainda solicitou que o pagamento do mês de julho fosse suspenso para os servidores da Saúde ligados ao Processo Seletivo.

Relembrando o que já foi citado na matéria anterior, a Justiça definiu multa para o município, para o prefeito e para o secretário de Saúde, de mil reais para cada um, caso haja o descumprimento e aos concursados seja dada a posse.

Promotor não se manifesta sobre protestos

Perguntado sobre os protestos, o promotor Armando Gurgel disse que suas manifestações são processuais e em defesa da sociedade como um todo. Gurgel destaca que sua ação foi “acompanhada por um magistrado, cuja cultura jurídica, capacidade e postura são indiscutíveis”.

‘Sem saúde’

Os postos de saúde tiveram as portas fechadas na última terça-feira (22). Quem procurou atendimentos nas unidades municipais de saúde encontrou as portas cerradas com o aviso de fechamento “por força maior”. A determinação da Justiça teve como consequência a paralisação de todo o serviço, uma vez que só do Processo Seletivo 195 profissionais já estavam atuando, entre eles assistente social, médico, enfermeiro, psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, agentes comunitários de saúde e outros cargos.

Segundo levantamento feito preliminarmente pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Boca do Acre, pelo menos 640 pessoas já deixaram de ser atendidas, número que será facilmente ultrapassado caso a situação de indefinição permaneça.

Quem deve ser cobrado?

O Ministério Público, por ter solicitado o cancelamento com base na forma (à margem da lei) como o concurso foi concebido?

O Judiciário, por ter acatado o pedido do Ministério Público, observando única e exclusivamente a lei?

O prefeito e a sua assessoria jurídica, que mesmo sabendo da irregularidade, resolveram dar seguimento a um processo seletivo que já nasceu viciado e que poderia fatalmente calhar em uma situação tal e qual a que se está vivenciando?

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Prefeitura volta a ter amontoado de assessores

Mais uma vez o Gabinete do prefeito e do vice-perfeito são os que batem recorde de contratações


prefeitura de boca do acreO prefeito de Boca do Acre que tanto reclamou do inchaço da folha de pagamento, de que não tinha erário para poder trabalhar, começou novamente a onda de nomeações dos assessores. No início deste ano de 2014, a Prefeitura demitiu uma leva dos assessores, exatamente por conta da folha de pagamento completamente ultrapassada, ferindo a lei de responsabilidade fiscal, que obriga o administrador público a gastar não mais do que 54% dos recursos com pessoal. Segundo informações de fonte segura, até a demissão em massa dos assessores, o percentual da folha estava exorbitando os 61%.

Jogando a culpa na oposição

Entretanto, o prefeito que não é bobo nem nada, demitiu os funcionários e colocou a culpa na conta do vereador Adautivo da Silva. O mandatário foi aos microfones da sua rádio tentando colocar na cabeça dos demitidos, e no restante da população, de que as demissões foram em razão de supostas denúncias do parlamentar. Por conta das acusações infundadas, Adautivo convidou o prefeito para provar as suas acusações em praça pública.

Nomeações recomeçaram a plenos pulmões

Apesar de toda a choradeira da administração municipal, as nomeações já foram reiniciadas. O vereador Adautivo disse que essa é mais uma prova de que o prefeito mente. “Se ele estava demitindo as pessoas, dizendo que era por minha causa, então agora quero que ele explique para os que ele demitiu, porque outras pessoas estão sendo nomeadas”, falou o vereador.

Gabinete do prefeito bate recorde em gastos

Mais uma vez a repartição que mais serve de cabide de emprego na Prefeitura de Boca do Acre é o Gabinete do prefeito e do vice-prefeito. Em fevereiro deste ano eram 49 assessores e, em junho já são 63 nomeados, gerando um impacto na folha de pagamento na ordem de R$ 59.451,33, um gasto 10 mil reais a mais com assessores em relação ao mês de fevereiro, quando as demissões ainda não tinham acontecido.

Nesse mesmo mês, o número de assessores que era de 118, hoje saltou expressivamente para 206 assessores.

Seria importante que o prefeito fosse à rádio e dissesse que o vereador Adautivo não tem culpa nenhuma, pois as nomeações estão acontecendo a todo vapor, em um número bem maior do que o que há cinco meses.


LEIA TAMBÉM



Siga-nos no Twitter e no Facebook

Desenvolvido por ABCMIX - Joomla Site Designer - 2012