Artigos

Auto escola Amazônia entrega CNH a novos condutores habilitados

A auto escola Amazônia formou e habilitou 112 condutores, 61 em Boca do Acre e 51 em Pauini


auto escola amazôniaOs ex-alunos da auto escola Amazônia receberam na tarde de ontem, quarta-feira (26), durante singela cerimônia, a primeira Carteira Nacional de Habilitação. Foram entregues 61 novas carteiras em Boca do Acre e 51 em Pauini. Para a nova turma que fará a prova prática em breve, mais 90 novos candidatos irão fazer os testes para se tornarem condutores habilitados.

Durante a entrega das habilitações, o sócio-diretor da auto escola Amazônia, Igor Farias, falou que “a primeira carteira é que nem o primeiro amor, você nunca esquece”. Farias ainda destacou a importância do centro de formação de condutores em Boca do Acre, dizendo que “daqui há 20 anos quando você for renovar (a carteira), vai lembrar que tirou (a carteira) em Boca do Acre e na auto escola Amazônia. Nós somos formadores de opinião na vida de vocês, e para nós isso é gratificante”.

“Daqui há 01 mês ou 02 meses eu passo por um aluno e o vejo com o carro dele e sabemos que fizemos parte desse sonho. Estamos aí para isso, para contribuir com o trânsito, realizar sonhos e formar condutores”, completou Igor Farias.

A estudante Lusiana Leão, 21 anos, disse que sente feliz e segura ao estar habilitada. "Eu estou feliz por ter recebido a minha primeira Carteira Nacional de Habilitação e agora piloto minha motocicleta sem medo de ser abordada. Agradeço a auto escola Amazônia por estar aqui conosco, nos ajudando na realização desse sonho", disse a estudante.

Quem recebeu a CNH pela primeira vez, ainda não está definitivamente habilitado. Motorista com Permissão para Dirigir (Primeira Habilitação) que cometeu infração gravíssima (7 pontos) ou grave (5 pontos) ou mais de uma média (4 pontos cada) no período de 12 meses deve reiniciar todo o processo de Primeira Habilitação. Depois do prazo de validade da PPD, e se não tiver ocorrido nenhuma infração acima citada, o condutor irá ter acesso ao documento definitivo.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Depois de 7 anos, Juiz está deixando a Comarca de Boca do Acre

Reyson de Souza e Silva tem até o dia 6 de dezembro para concluir a remoção para a 2ª Vara de Humaitá.


reyson de souza e silvaO Juiz de Direito da Comarca de Boca do Acre foi removido, a pedido, no dia 06 de novembro para a cidade de Humaitá-Am. Sem sombra de dúvida que o município perde um símbolo do que deve ser a Justiça, praticada de forma imparcial, técnica e, acima de tudo, justa.

Nascido em Manaus-AM e criado em Natal-RN, Reyson Silva, 36 anos, chegou ao município de Boca do Acre em 2007, substituindo a polêmica e controversa Juíza Rosa Maria Calderaro, que ficou marcada na história de Boca do Acre por ter sido uma das perseguidas de morte no fatídico 3 de outubro de 2004, quando um dos grupos políticos derrotados nas eleições municipais cometeu atentado criminoso contra autoridades, patrimônios públicos e privados.

Via Whatsapp, Reyson confirmou que está deixando Boca do Acre. O destino é a 2ª Vara de Humaitá. O Juiz tem até o dia 06 de dezembro para realizar a remoção. Sobre quem irá substituí-lo, o Juiz disse que Boca do Acre provavelmente só terá novo titular no Poder Judiciário quando o Tribunal de Justiça do Amazonas der a posse aos novos magistrados aprovados no último concurso do TJAM.

Ao chegar à Comarca, Reyson não conseguiu resolver o principal gargalo, que eram os quase 2 mil processos pendente de julgamento. No entanto, Boca do Acre passou a respirar Justiça. Junto com o Promotor de Justiça Armando Gurgel Maia, o município teve exímios representantes da Lei, que sempre levaram a sério o trabalho, sem tender por cor partidária ou por condição social.

Uma das características marcantes de Reyson Silva é a discrição. Em uma entrevista realizada com o magistrado, no ano de 2010, ele disse que o Juiz de Direito tem que agir como um juiz de futebol, onde os atores principais são os jogadores, cabendo a eles o protagonismo, e ao árbitro, apenas julgar e tomar as decisões. É exatamente assim que agia e vai continuar agindo Reyson de Souza e Silva, sem ser midiático, focado apenas no cumprimento dos ditames legais.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Evento reúne filhos do Purus em Manaus

A Associação dos Filhos e Amigos do Purus (Afap) realiza, no próximo dia 13 de dezembro, mais um Encontro dos Filhos e Amigos do Purus, uma confraternização com os moradores dos municípios de Lábrea, Pauini, Canutama, Boca do Acre, Beruri e Tapauá residentes em Manaus. O evento acontecerá a partir das 11h, no clube Rancho Sertanejo, localizado no início da avenida Professor Nilton Lins, em frente ao Aeroclube.

De acordo com a Afap, o evento é destinado as pessoas que nasceram no Purus, mas que moram em Manaus. Retire seus convites com os nomes abaixo:

BOCA DO ACRE: Israel Assis 98169-8099; LÁBREA: Valdecira Galvão 99244-5655 e Ana Tesse Farias 99136-0171; PAUINI: Maria Nonata (Nega) 99409-7797 e Manoel Nobre 99177-6663; CANUTAMA: Stenilson Pontes: 99173-1717 e Paulo Pontes 99475-5190;
TAPAUÁ: Orleilson (Orla) Andrade 99448-1006; BERURI: Charles Feitoza 99148-0696;

natal do purusSERVIÇO

O QUE: Encontro dos Filhos e Amigos do Purus

QUANDO: SÁBADO (13-12)

ONDE: Rancho Sertanejo, início da avenida prof. Nilton Lins, em frente Aeroclube

HORÁRIO: De 11h às 16h

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Adautivo pode renunciar a vereança

O vereador foi eleito em 2012 com 290 votos. Se assim o fizer, o vereador deixará o cargo e quem assumirá é o seu suplente imediato, Francisco Félix, popularmente conhecido como ‘Dr. Félix’.


adautivo da silvaEm certa ocasião ele disse que não quer ver a política como meio de vida. Em outro momento declarou que não se candidataria para a reeleição e, a última agora é a possibilidade de renunciar o mandato de vereador. Adautivo da Silva, sem sombra de dúvida, o vereador mais combativo da Câmara Municipal de Boca do Acre, que tem colocado o mandato à disposição da população, afirmou que existem grandes possibilidades de deixar o mandato antes que ele tenha fim. Essa decisão pode se tornar realidade ainda para o ano de 2015.

O vereador disse que não se trata de insatisfação com o cargo que a população lhe confiou. No último concurso da Secretaria Estadual de Educação, Adautivo que é professor por formação e exerce o trabalho há muito tempo pela Secretaria Municipal de Educação, foi aprovado em primeiro lugar no certame que ofertou a carga horária de 40 horas. Por conta disso, o edil está trabalhando com a ideia de abandonar o cargo eletivo para assumir a labuta de professor pelo Estado.

Félix é o suplente imediato

Adautivo foi eleito em 2012 com 290 votos. Se assim o fizer, o vereador deixará o cargo e quem assumirá é o seu suplente imediato, Francisco Félix, popularmente conhecido como ‘Dr. Félix’. Félix chegou muito perto de ser eleito vereador em Boca do Acre, não conseguiu o feito por conta de apenas um voto. Agora, a possibilidade do advogado da Secretaria de Fazenda assumir a vereança é latente, e está na dependência da desistência ou não do vereador Adautivo da Silva.

Félix foi advogado do prefeito Iran Lima no primeiro mandato, entre os anos de 2001 a 2004. Uma desavença que até hoje não se sabe o motivo, colocou fim a na relação muito amistosa de ambos e, de lá para cá passaram a se enfrentar como inimigos. Há quem diga que Félix seria uma oposição mais ferrenha ainda ao prefeito, por se tratar de uma pessoa com formação na área jurídica e que conhece todos os caminhos possíveis para executar um trabalho contundente de oposição.

O advogado Félix, que atualmente reside em Manaus, disse ao Jornal Opinião que seus projetos para 2015 estão bem encaminhados para viagens internacionais. O jurista afirmou que tem pretensões que fazer um mestrado na Argentina, mas não descartou a possibilidade de assumir o cargo de vereador, caso a desistência de Adautivo se confirme.

“Tenho projetos para o próximo ano, que inclui passar dois anos na Argentina, fazendo um mestrado. Mas a possibilidade de assumir o parlamento me seduz bastante e tenho pensando bastante em assumir”, respondeu o advogado, quando questionado sobre assunção ao cargo.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

IV Semana de Economia aborda “Os Desafios do Empreendedor Amazônico”

O evento colocou as principais dificuldades que emperram a sobrevida do pequeno empreendedor.


curso de ciências economicas boca do acreO evento proposto pelos acadêmicos do curso de Ciências Econômicas, da Universidade do Estado do Amazonas, teve o ápice no último dia 20 de novembro. A IV Semana de Economia do município de Boca do Acre, como é denominado, discutiu pontos importantes da economia nacional, regional e local, abordando temas da mais alta relevância, como oportunidade no mercado de trabalho para profissionais qualificados, logística e o pequeno empreendedor.

O evento teve como tema principal “Os Desafios do Empreendedor Amazônico”. A acadêmica Alciane Campos trouxe à baila pontos relevantes que refletem a realidade do empresariado local, como o futuro da pecuária na Mesorregião do sul amazonense. Também foi ressaltado pelo acadêmico Edivane Souza a estatística de profissionais qualificados no município de Boca do Acre que ainda não foram alocados no mercado de trabalho local ou estão subutilizados, o que evidencia a falta de postos de trabalho no município. “Isso se torna uma determinante significativa na decisão dessa mão de obra qualificada migrar para outros estados ou Região em busca de melhores condições econômicas”, afirmou o acadêmico.

A palestra da professora MSc Elizângela Leão, abordou o gargalo da logística na Amazônia em particular no Sul do Amazonas, onde foi analisado o principal modal utilizado atualmente, o rodoviário. Ressaltou-se que a melhor alternativa para minimizar custo em frete e mitigar impactos ambientais seria a utilização do modal hidroviário, uma vez que o recurso natural de maior abundância nesta região é o hídrico. Ainda sobre a questão logística, abordou-se a importância da construção de um porto em Boca do Acre, o que aumentaria a possibilidade do escoamento de produção da Zona Franca de Manaus pela Calha do Purus, visto que, o afluente do Rio Solimões é considerado um rio navegável boa parte do ano.

O quarto e último palestrante foi o professor da Universidade Federal do Amazonas, Dr. Salomão Neves. A proposta da palestra do professor trouxe uma análise conjuntural do atual cenário econômico nacional e o futuro do empreendedorismo no país, analisando a variação de alguns indicadores econômicos, tais como: A necessidade de financiamento do governo (reflexo de algumas sazonalidades como Copa do Mundo e período eleitoral), alta carga tributária, variação das taxas de juros, variação da taxa de câmbio, bem como do Produto Interno Bruto.

Para o nosso cenário, o professor ressaltou que o Amazonas é segundo pior estado para se abrir uma micro e pequena empresa. É o estado que possui o maior índice de óbito de empresas desse porte no Brasil. “Ser empreendedor no Brasil requer um grande esforço e perseverança, mas ser empreendedor no contexto amazônico requer habilidade e muita ousadia”, destacou o professor.

Empreendedores recebem premiação

O cerimonial aconteceu na noite de sexta-feira (21), no salão de festas da Maçonaria. Os estudantes homenagearam o setor terciário de Boca do Acre, selecionando os destaques para receber uma premiação em reconhecimento ao destacado desempenho empresarial. De acordo com os organizadores do evento, o troféu tem como objetivo homenagear um dos setores que mais emprega e gera renda no município.

Veja os eleitos

Varejo: Mercantil Sâmia
Loja de Roupas: Ju Fashion
Atacadista: Distribuidora Madeli
Serviços especializados: Copy Arte e Verde Net
Salão de Beleza: Maranatha
Jovem Empreendedor: Josuino
Beleza e Estética: Spaço da Veleza
Destaque: Frizam

Os acadêmicos fizeram uma homenagem ao professor Salomão Neves, pela dedicação e apoio ao Curso de Ciências Econômicas, não só em Boca do Acre, mas também em outros municípios em que o curso acontece.

Gerente da UEA/Boca do Acre fala da importância da instituição

Silvandro Oliveira de Assis, gerente do Núcleo de Estudos Superiores da Universidade do Estado do Amazonas em Boca do Acre, lembrou que o estabelecimento de ensino acadêmico completa 12 anos de existência no município. Para ele, a instituição é uma ferramenta de transformação que ao longo dos anos vêm capacitando e preparando a sociedade para o mercado de trabalho.

Fotos por Taciana Peron

DSC_0181
DSC_0181 DSC_0181
DSC_0182
DSC_0182 DSC_0182
DSC_0184
DSC_0184 DSC_0184
DSC_0185
DSC_0185 DSC_0185
DSC_0186
DSC_0186 DSC_0186
DSC_0187
DSC_0187 DSC_0187
DSC_0189
DSC_0189 DSC_0189
DSC_0191
DSC_0191 DSC_0191
DSC_0192
DSC_0192 DSC_0192
DSC_0193
DSC_0193 DSC_0193
DSC_0194
DSC_0194 DSC_0194
DSC_0195
DSC_0195 DSC_0195
DSC_0196
DSC_0196 DSC_0196
DSC_0197
DSC_0197 DSC_0197
DSC_0198
DSC_0198 DSC_0198
DSC_0199
DSC_0199 DSC_0199
DSC_0200
DSC_0200 DSC_0200
DSC_0201
DSC_0201 DSC_0201
DSC_0202
DSC_0202 DSC_0202
DSC_0204
DSC_0204 DSC_0204
DSC_0205
DSC_0205 DSC_0205
DSC_0206
DSC_0206 DSC_0206
DSC_0207
DSC_0207 DSC_0207
DSC_0208
DSC_0208 DSC_0208
DSC_0209
DSC_0209 DSC_0209
DSC_0211
DSC_0211 DSC_0211
DSC_0212
DSC_0212 DSC_0212
DSC_0214
DSC_0214 DSC_0214
DSC_0215
DSC_0215 DSC_0215
DSC_0216
DSC_0216 DSC_0216
DSC_0217
DSC_0217 DSC_0217
DSC_0218
DSC_0218 DSC_0218
DSC_0219
DSC_0219 DSC_0219
DSC_0221
DSC_0221 DSC_0221
DSC_0224
DSC_0224 DSC_0224
DSC_0225
DSC_0225 DSC_0225
DSC_0227
DSC_0227 DSC_0227
DSC_0229
DSC_0229 DSC_0229
DSC_0230
DSC_0230 DSC_0230
DSC_0231
DSC_0231 DSC_0231
DSC_0232
DSC_0232 DSC_0232
DSC_0233
DSC_0233 DSC_0233
DSC_0234
DSC_0234 DSC_0234
DSC_0235
DSC_0235 DSC_0235
DSC_0236
DSC_0236 DSC_0236
DSC_0237
DSC_0237 DSC_0237
DSC_0238
DSC_0238 DSC_0238
DSC_0240
DSC_0240 DSC_0240
DSC_0242
DSC_0242 DSC_0242
DSC_0243
DSC_0243 DSC_0243
DSC_0244
DSC_0244 DSC_0244
DSC_0245
DSC_0245 DSC_0245
DSC_0246
DSC_0246 DSC_0246
DSC_0247
DSC_0247 DSC_0247
DSC_0248
DSC_0248 DSC_0248
DSC_0249
DSC_0249 DSC_0249
DSC_0250
DSC_0250 DSC_0250
DSC_0251
DSC_0251 DSC_0251
DSC_0252
DSC_0252 DSC_0252
DSC_0253
DSC_0253 DSC_0253
DSC_0255
DSC_0255 DSC_0255
DSC_0256
DSC_0256 DSC_0256
DSC_0257
DSC_0257 DSC_0257
DSC_0258
DSC_0258 DSC_0258
DSC_0259
DSC_0259 DSC_0259
DSC_0260
DSC_0260 DSC_0260
DSC_0262
DSC_0262 DSC_0262
DSC_0267
DSC_0267 DSC_0267
DSC_0268
DSC_0268 DSC_0268
DSC_0272
DSC_0272 DSC_0272
DSC_0273
DSC_0273 DSC_0273
DSC_0274
DSC_0274 DSC_0274
DSC_0276
DSC_0276 DSC_0276
DSC_0277
DSC_0277 DSC_0277
DSC_0278
DSC_0278 DSC_0278
DSC_0279
DSC_0279 DSC_0279
DSC_0282
DSC_0282 DSC_0282
DSC_0283
DSC_0283 DSC_0283
DSC_0287
DSC_0287 DSC_0287
DSC_0289
DSC_0289 DSC_0289
DSC_0291
DSC_0291 DSC_0291


Siga-nos no Twitter e no Facebook

Desenvolvido por ABCMIX - Joomla Site Designer - 2012