Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Boca do Acre

Atualidades

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Reportagem do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, veiculada nesta segunda-feira, 24, mostrou como Rodovia Interoceânica, que liga o Brasil ao Peru, não trouxe a integração comercial esperada entre os dois países a partir do Acre. A estrada foi planejada para integrar o Brasil aos vizinhos andinos e dar acesso aos portos peruanos no Pacífico.

O Bom Dia Brasil vai exibir, esta semana, um relato diário dessa viagem desde o Acre, pela BR-317, cruzando o Peru até o Oceano Pacífico. A rodovia tem, ao todo, 2,6 mil quilômetros, a maior parte feita por um consórcio liderado pela Odebrecht.

O lançamento da Interoceânica era a promessa de integração comercial com um acesso ao Oceano Pacífico para os produtos brasileiros que vão para a Ásia — principalmente a soja. A ideia era reduzir os custos e o tempo de viagem em cinco dias.

Só que nada disso aconteceu. A obra começou em 2005 e ficou pronta cinco anos depois. Mas o último levantamento sobre o movimento na rodovia no trecho brasileiro mostra que a média de circulação era de sete veículos comerciais por hora. Quer dizer, uma média ridiculamente baixa. Segundo as autoridades peruanas, não tem produto brasileiro transitando a caminho dos portos no Peru.

Os repórteres Chico Regueira e Alberto Fernandez estão fazendo esse caminho. Começaram por Rio Branco, passaram por Assis Brasil, cruzaram a fronteira e foram até Iñapari, no Peru.Eles contam como essa região do Acre manteve o isolamento e não consegue tirar proveito da proximidade com o país vizinho.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

adjutoO feriado de Tiradentes, comemorado neste 21 de abril, será marcado no Amazonas pela abertura do 4º Encontro Nacional de Líderes Emancipalistas e Anexionistas, que reunirá integrantes do movimento de todo o Brasil na cidade de Manaus para discutir a emancipação de distritos. O evento é uma realização do Movimento Emancipa Brasil, e no Estado do Amazonas, está sob a coordenação da Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital Emancipalista do Amazonas (Faddeam) com apoio do deputado estadual Adjuto Afonso (PDT-AM).

A abertura do Encontro será realizada na sexta-feira (21), às 19h, no auditório Belarmino Lins, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). No sábado (22), o evento acontece a partir das 9h no mesmo local.

Hoje, 20, pela manhã, o deputado Adjuto Afonso, subiu à Tribuna do Plenário para convidar os demais parlamentares e a sociedade, e falar sobre a importância da discussão desse tema em nível nacional.

"Nós reuniremos em Manaus, além de deputados estaduais e federais de outros Estados, estarão também os presidentes das federações deste movimento. Aqui no Amazonas nós temos distritos que merecem e precisam ser emancipados, como é o caso do Purupuru (Careiro Castanho), Matupi (Manicoré) e outros. Precisamos ter nossas prerrogativas de volta, que nos foi tirada em 1996, e certamente se for aprovada alguma das PECs na forma em que estão, nós vamos poder criar aqui de 10 a 12 municípios. Mas tem outras regiões, como no Ceará, são mais de 20 municípios que poderão ser criados, assim como no Pará", explicou o parlamentar.

O deputado ressaltou em entrevista que o presidente da Casa Legislativa, David Almeida (PSD), colocou à disposição do evento toda a estrutura da Aleam para auxiliar na realização do Encontro.

Adjuto Afonso defende há anos a emancipação de áreas que comprovadamente tenham um estudo de viabilidade favorável. Ele sugeriu a criação de uma Federação legalizada para ganhar força em nível nacional, se unindo a outros Estados que lutam pela mesma causa. Em abril de 2016, a ideia tornou-se realidade a partir de uma iniciativa do próprio deputado, e foi criada a Faddeam. O parlamentar também reforçou a luta do Amazonas enquanto Presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

PLP e PECs

Tramitam na Câmara Federal um Projeto de Lei (PLP) e duas Propostas de Emenda à Constituição (PEC), que tratam da emancipação municipal:

PLP 137/15, de autoria do senador Flexa Ribeiro (PSDB/PA), que aguarda Parecer do Relator na Comissão Especial na Câmara Federal. O PLP já foi aprovado no plenário do Senado por 57 senadores, apenas nove votaram contra. Em seguida foi remetido à Câmara Federal.

PEC 143/15, autoria do deputado federal Danilo Forte (PSB/CE), que está em análise na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania desde outubro de 2016, na Câmara Federal.

PEC 56/2007, de autoria do deputado federal Vicentinho Alves (PR/TO), que aguarda a criação de Comissão Temporária pela Mesa Diretora da Câmara Federal. O relator é o deputado federal Décio Nery de Lima (PT/SC).

IV Encontro Nacional de Líderes Emancipalistas

O evento é uma realização do Movimento – Emancipa Brasil, e terá Manaus como sede nesta quarta edição. O primeiro Encontro foi realizado em Caucai, Estado do Ceará; o segundo, em Mosqueiro, no Pará; e, o terceiro, em Campos Lindos, Goias.

Integrantes do Movimento dos Estados do Ceará, Pará, Goias, Bahia, Pernambuco e São Paulo já estão em Manaus, assim como moradores dos distritos do Amazonas. Autoridades nacionais também estão sendo aguardadas para discutirem os documentos em tramitação no Congresso Nacional.

Amazonas

No Amazonas, mais de 40 distritos aguardam pela Emancipação, porém, a partir dos critérios estabelecidos nos documentos, as áreas que mais apresentam características são: Puru Puru e Janauacá (Careiro Castanho); Foz do Canumã e Axinim (Borba); Itapeaçu (Urucurituba); Novo Remanso (Itacoatiara); Matupi (Manicoré); Caviana (Manacapuru/Beruri); Campina do Norte (Manacapuru); Mocambo (Parintins), Balbina (Presidente Figueiredo), dentre outras.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O III Encontro Regional do PSD, realizado neste sábado em Rio Branco, mostrou porque o partido é uma das siglas que mais cresceu no estado nos últimos anos.

O partido reuniu cerca de oitocentas pessoas representando as vinte e duas cidades do estado, numa clara demonstração de força e unidade. O Anfitrião da festa, senador Sérgio Petecão, recebeu vereadores, prefeitos, vice prefeitos, filiados e simpatizantes para o debate que girou em torno das eleições de 2018.

O PSD abriu espaço para que todos, indistintamente, pudessem criticar, sugerir, e principalmente fortalecer o debate democrático em torno do planejamento para as eleições do ano que vem.

” Aqui a família do PSD de todas as regiões do estado. nos reunimos aqui para lavar a roupa suja e juntos iniciarmos a caminhada rumo as eleições do ano que vem.

Aqui não essa de se debater e no final que dá as cartas são o caciques, aqui não. Ouvimos todos e prevalece o que a maioria decidir”,observou Petecão.
No encontro, o partido já adiantou parte da chapa que vai encabeçar a oposição na briga pelo governo do estado, do senado e da câmara federal.

O nome do próprio presidente regional, senador Sérgio Petecão, foi ratificado como pré candidato á reeleição e homologado também, o nome do presidente do Banco da Amazônia, Marivaldo Melo, como pré candidato á Câmara Federal.

O deputado Jairo Carvalho e o prefeito de senador Guiomard, André Maia prestigiaram o evento que ainda serviu para confirmar que o deputado também vai concorrer á reeleição.

Marivaldo confirma nome para a campanha

Depois de tantos rumores, o presidente do Banco do Amazônia, Marivaldo Melo, confirmou que vai se afastar da instituição ano que vem caso o partido homologue seu nome para disputar uma vaga na Câmara Federal.

Convidado pessoalmente pelo senador Sérgio Petecão para o desafio, Melo ouviu interlocutores, aliados e familiares para confirmar que aceitava o desafio.

Apontado como um dos nomes mais preparados das fileiras do partido, ele aparece em um momento conturbado da politica nacional, mas seu histórico o diferencia e o credencia de fato, como uma excelente opção para o PSD.

Presidentes prestigiados

A pedido do senador Sérgio Petecão, todos os presidentes dos diretórios municipais do PSD vieram para o encontro. Mesmo que em 2018 a eleição seja a nivel estadual, o partido, segundo Petecão, precisa da base para firmar alianças e fortalecer as composições.
O presidente do PSD, em Rio Branco, NIlto Craveiro, ratificou as palavras do senador e disse que ainda que na capital, o partido tem registrado um número record de filiações.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015