Boca do Acre

Atualidades

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Foto: Ney Xavier
Foto: Ney Xavier

A Frente Parlamentar Estadual de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e aos Empreendedores Individuais do Amazonas (Frempeei), da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), realiza nos dias 22 e 23 (quinta e sexta), deste mês, a 2ª Oficina do Empreendedor, do ano de 2018. A ação acontecerá na Escola do Legislativo (sede da Aleam), na Av. Mário Ypiranga Monteiro, 3.950, bairro Parque Dez, das 14h às 17h. Serão dois dias de palestras, aulas práticas e consultoria no ramo de interesse do negócio.

O presidente da Frempeei, deputado Adjuto Afonso, explica que os participantes já tiveram o primeiro encontro, durante a ação realizada pela equipe nos bairros, onde foram repassadas as orientações e a importância da formalização.

"A Oficina do Empreendedor é a segunda etapa, momento em que deslocamos os participantes da primeira etapa para a capacitação na Escola do Legislativo. Os resultados estão sendo satisfatórios, pois o Parlamento sai da sede e vai ao encontro da população, tendo em vista a necessidade das pessoas, que às vezes não têm dinheiro para pegar o ônibus. A Aleam oferece toda a estrutura, teremos 30 participantes nessa edição", disse o deputado.

O curso é oferecido a empreendedores, formalizados ou não e potenciais empreendedores, que receberão técnicas de como atrair, conquistar e manter seus clientes e de como atender bem para vender mais, além de informações sobre linhas de créditos para pequenos empreendedores, através dos programas Banco do Povo (Afeam) e Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (FUMIPEQ), da Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (SEMTRAD).

A Frempeei está atuando em parceria com a Escola do Legislativo, Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), por meio da Comissão de Direito Empresarial, Prefeitura de Manaus e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM).

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O deputado Adjuto Afonso (PDT) esteve na manhã desta quarta-feira, 21, na sede da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), acompanhando o prefeito de Lábrea (852 km), Gean Barros, para tratar de assuntos de interesse do município direcionados ao setor primário. Eles foram recebidos pelo titular da pasta, José Aparecido dos Santos, que reafirmou as ações do governo, que está priorizando o interior do Estado na gestão.

O parlamentar, que defende uma alternativa de renda para o interior do Amazonas, pontuou algumas dificuldades que afetam os produtores, como por exemplo, infraestrutura para escoamento da produção, assim como a necessidade de identificar o potencial de cada região. "Precisamos de alternativas econômicas para o Estado que passem pelo interior. Hoje dependemos especificamente da Zona Franca, temos a necessidade de fazer um zoneamento econômico para identificar as potencialidades dos municípios, como agricultura, minério e muitos outros produtos que podem ser incentivados. Temos que aproveitar a visão experiente do governador Amazonino e explorar alternativas", disse o deputado Adjuto Afonso.

O prefeito de Lábrea, Gean Barros, que está na capital pleiteando benefícios para o município, apontou as potencialidades e necessidades do setor primário. “De acordo com o último senso agropecuário, Lábrea tem o maior rebanho do Estado, e por isso temos muitas demandas. Penso que uma maneira de resolver é fazer levantamento de microrregiões, dar estrutura e fazer parcerias com a iniciativa privada. Nós estamos abertos a firmar parceria com a Sepror”, ressaltou o gestor na reunião.

O titular da pasta, José Aparecido dos Santos, destacou as ações do governo do Estado, que está priorizando o interior, como por exemplo, a distribuição de sementes e insumos e a realização de concurso público. Ele também afirmou que faz parte do planejamento da Sepror fazer um levantamento de potencialidades produtivas no Estado para investir recursos de acordo com o potencial de cada região. “Vamos chamar os prefeitos, fazer um zoneamento e um planejamento pra ver a vocação de cada um. Temos condições de produzir tudo o que consumimos aqui”, afirmou o secretário.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Documento Nacional de Identidade (DNI) passará a valer em todo território nacional a partir de julho.


Sancionado pelo presidente Michel Temer no último dia 5 de fevereiro, o documento irá agregar o título de eleitor, CPF e certidões de nascimento e de casamento e será exibido na tela do celular.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no primeiro momento, cerca de dois mil servidores do TSE e do Ministério do Planejamento poderão fazer download do aplicativo do DNI que, posteriormente, será ampliado para uso dos demais servidores da Justiça Eleitoral e gradativamente para a população.

Somente poderá baixar o aplicativo e ter acesso digital ao DNI quem já fez o cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral. Com informações DOL.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015