Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Colunas

O alcance da oração – No tempo e no espaço

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

“Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da Sua Palavra”. (João 17.20)

Muitos pensam que nossa oração é efêmera e dura apenas o momento em que falamos com o Senhor. Alguns chegam a pensar que não é necessário gastar tanto tempo em oração porque Deus já sabe todas as coisas e sabe aquilo de que temos necessidade, então, nem é preciso ocupá-Lo com nossas petições.

Essa forma de pensar está totalmente fora da Palavra de Deus e de Seus ensinos a respeito da oração. Sabemos que o Senhor Jesus gastava tempo em oração diante do Pai celeste, passava noites inteiras em comunhão. Ele Se retirava para lugares solitários, para não ter interrupções nesses momentos preciosos e íntimos. E algumas de Suas orações foram arquivadas na Bíblia como ensinamento valioso para nós. Em João 17, está registrada uma intercessão de Jesus, que nos fala sobre o alcance de nossas orações. Ele já sabia que poucas horas à frente seria entregue para ser preso e crucificado pelos judeus e romanos. Suas últimas horas foram de extrema importância para Seus discípulos, trazendo ensinamentos tremendamente grandes para nós.

Sua oração começa com um relatório de Sua vida terrena ao Pai. Ele diz: “Eu Te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer” (v. 4). Ele fala ao Pai como cuidou com zelo de Seus discípulos e, em seguida, intercede por eles. Ora para que Seus seguidores sejam guardados do Maligno (v.15), que sejam santificados pela verdade da Palavra (v. 17), que sejam um com o Pai (v. 21), que possam estar junto a Ele, Cristo, e contemplar a Sua glória (v. 24).

Entretanto, nessa belíssima intercessão, Jesus pede algo ao Pai que transcende ao tempo e ao espaço. Jesus diz: “Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da Sua Palavra” (Jo 17.20). Essa pequenina frase saiu dos lábios do Senhor como uma flecha veloz, cobrindo toda a extensão de seu país, Israel, atravessando suas fronteiras em todas as direções: alcançando Jerusalém, Judeia, Samaria e indo até os confins da Terra.

A oração de Jesus alcançou Roma, as nações além mar, que ainda não haviam sido exploradas ou descobertas. Alcançou todos os continentes, todas as cidades, vilas e casas espalhadas por matas e ribeirinhos. Sua oração cobriu toda a superfície do planeta, aleluia! Que alcance! Que poder! E não somente atravessou o espaço físico, mas também atravessou o tempo. Sua oração alcançou Sua época, Seus discípulos, Sua geração e continuou por séculos e séculos adiante. Sua oração cobriu o século primeiro, o século dois, o doze, o quinze, o vinte… Chegou ao século vinte e um.

Com apenas uma frase, o Senhor alcançou a terra no tempo e no espaço. E nós também podemos orar assim, de maneira abrangente e eficaz, no poder do Espírito Santo e com Sua sabedoria e unção. Experimente orar e perceba o alcance de sua oração no tempo e no espaço.

Então, ORE. Ore agora mesmo!

:: Prª. Ângela Valadão

Curta nossa página no Facebook

Elegância é algo que a gente carrega, não veste

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Ser elegante vai além de ter bom gosto com roupas e saber se vestir. Elegância é algo que a gente carrega e não veste.

Regras de etiqueta da vida e não do armário para uma vida na qual elegância é sinônimo de educação e bom comportamento.

Sabe o que é mesmo elegante? Ter bom senso e respeito.

Não é preciso estar em cima de um salto alto ou dentro de um terno caríssimo para ser elegante. As atitudes enfeiam pessoas que não têm bom comportamento.

A elegância está na simplicidade de um bom dia sincero para o porteiro que passou a noite toda acordado, no falar baixo quando o outro está perto, no saber ouvir quando o outro fala, e no saber sorrir quando isso é tudo o que você pode oferecer. No saber agir sem agredir.

Uma pessoa elegante tem encantamento na voz, fala com propriedade e tem jeito com as palavras. Sabe chamar a atenção sem ser rude, saber observar sem se intrometer, sabe respeitar o espaço alheio.

A elegância está no tom da voz e no silêncio que também comunica. Na forma de se posicionar quando precisa, no jeito de ver o mundo.

Uma pessoa elegante não vive de fofocas, não inventa mentiras e não se mete em baixaria. Quem é elegante tem positividade, atrai pessoas do bem, vibra com a vida, com os sucessos, torce pelo outro, não tem inveja, carrega alegrias e otimismo, e sente com verdade. Não sabe viver de oportunismos, sabe se colocar nas oportunidades e não puxa saco nem tapete.

Elegância está no “com licença” e “muito obrigado”. No reconhecimento do esforço, na empatia e na colaboração. Está na mão que ajuda, está também na gratidão

E quanto mais conheço pessoas, mais percebo que a elegância está vestida de simplicidade e não de rótulos e invólucros sociais. Encontrei mais elegância calçada de chinelos que vestida de etiquetas, e isso não tem haver com situação financeira, mas com referência de vida, criação e sabedoria.

Encontrei a elegância no ser e não no ter, e percebi que é mais elegante aquele que se veste de amor.

Curta nossa página no Facebook

Quem tem sede, venha e beba

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

“Venham, todos vocês que estão com sede, venham às águas; e, vocês que não possuem dinheiro algum, venham, comprem e comam! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo”. (Isaías 55.1 – NVI)

Onde há fome, há comida. E, para o povo que tem sede, existe um rio de águas vivas e limpas que fluem do trono de Deus. Quem busca encontra; aquele que clama ouve a resposta; quem se rende é transformado e aquele que bate na porta entrará e viverá a perfeita vontade de Deus. “Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição” (Isaías 55.2).

Pessoas que buscam e clamam a Deus obtêm Suas respostas, desfrutam da Sua presença e são guiados pelo Espírito Santo. Há muito de Deus a ser derramado para a Igreja. Ele tem um estoque que não cessa. Há muitas experiências sobrenaturais a serem vividas. Mas temos que clamar.

Em Atos, vemos uma igreja que orava continuamente uns pelos outros. Certa vez, Pedro foi preso por pregar o Evangelho, e a igreja orava continuamente por ele. O apóstolo foi liberto por um anjo, que soltou as correntes que o prendiam, abriu a porta da cadeia e o levou para fora. Paulo e Silas também foram presos por causa do Evangelho. Em vez de murmurar, eles oraram e louvaram a Deus. Subitamente, houve um terremoto que abalou os alicerces da prisão e fez as portas se abrirem e as correntes dos presos se soltarem. Quantas experiências imensuráveis!

Quão imensurável também é ser templo do Espírito Santo e ser guiado por Ele! Quão indescritível é aprender a Palavra de Deus, diminuir o próprio “eu” e buscar ser mais parecido com Jesus Cristo. Os discípulos estavam sempre próximos a Ele (diferente da multidão), buscando aprender os Seus ensinamentos, comendo do pão do céu e bebendo de águas vivas e limpas. A Palavra alimenta e mata a sede. Jesus estava sempre ensinando os Seus mandamentos para alcançarmos a vida eterna.

Precisamos continuamente orar, clamar, buscar, jejuar, abrir nossa Bíblia e nos render a Jesus, para que cresçamos no Reino de uma forma saudável e possamos ser instrumentos na mão do Altíssimo.

“O Espírito e a noiva dizem: ‘Vem!’. E todo aquele que ouvir diga: ‘Vem!’. Quem tiver sede, venha; e, quem quiser, beba de graça da água da vida”. (Apocalipse 22.17)

:: Raquel Carsi

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015