Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Cabeçalho Editorial Palavra de Fé

Palavra de fé

Palavra de Fé

Não acumule tesouros na terra

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

“Onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração”. (Mateus 6.21)


Numa busca frenética e, geralmente, diária para ajuntar tesouros na terra, muitas pessoas têm “corrido atrás do vento”. Muito esforço, muito suor e, às vezes, muito estresse revelam uma vida fútil, que vê valor no que é corruptível, no que é palpável e frágil ao tempo, ao impacto. Ao chegar a certo momento da caminhada, a pessoa olha para trás e percebe que já se passaram anos e ela ainda não está satisfeita. Afinal, na “plantação da vida”, ela fez o cultivo de forma equivocada, importando-se mais com coisas da terra do que do Alto.

A Palavra de Deus nos orienta a não acumularmos tesouros aqui, mas, sim, no Céu, porque onde estiver o nosso tesouro, aí também estará o nosso coração (Mateus 6.21). Geralmente, nos dedicamos mais àquilo que amamos mais, seja uma pessoa, um trabalho, um bem material… A que temos dedicado mais a nossa vida? Quais têm sido as nossas prioridades? O que temos acumulado ao longo dos anos? Chegaremos ao final da nossa vida aqui com um “baú” cheio de tesouros terrenos ou celestiais?

:: Dayane Nascimento [@dayanecristinan]

Curta nossa página no Facebook

No secreto

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

“Quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará”. (Mateus 6.6)

A Bíblia registra alguns momentos em que Jesus orava tanto acompanhado pelos discípulos (João 6.3) quanto sozinho (Mateus 14.23). Sobre o segundo caso, o de solitude – que não necessariamente quer dizer solidão, mas um estado de privacidade -, Ele dá uma ênfase no versículo em epígrafe, mostrando a necessidade da oração em secreto. Obviamente, o Pai sabe do que precisamos antes mesmo de O pedirmos (Mateus 6.8), mas uma das principais “funções” da oração é estreitar o relacionamento com Deus.

Nada se compara aos nossos momentos a sós com o Espírito Santo. Infelizmente, na correria do dia a dia, tirar um tempo “no quarto e com a porta fechada” para conversar com o Senhor e meditar em Sua Palavra têm sido um desafio para muitos cristãos. Mas isso precisa ser revisto, pois “no secreto” a nossa alma desacelera, se acalma, não é influenciada por fatores externos que nos distraem, então, ficamos mais sensíveis para ouvir a voz do Pai.

:: Dayane Nascimento [@dayanecristinan]

Curta nossa página no Facebook

Conduta íntegra

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

“Em tudo seja você mesmo um exemplo para eles, fazendo boas obras. Em seu ensino, mostre integridade e seriedade”. (Tito 2.7)


“Aquele que é íntegro em sua conduta” (verso 2a) é a primeira resposta que vemos no Salmo 15 à pergunta “Senhor, quem habitará no Teu santuário? Quem poderá morar no Teu santo monte?” (verso 1). Sabemos que não somos salvos pelas obras que fazemos, mas, sim, pela graça de Cristo Jesus. Mas, uma vez que somos alcançados por Ele e passamos a ser habitação do Espírito Santo, precisamos começar uma nova caminhada.

Fato é que todo aquele que confessa Cristo como único e suficiente Senhor e Salvador de sua vida passa a ter um exemplo a seguir: a própria vida de Jesus. Todo aquele que se torna cristão ou se diz “crente de berço” precisa rever sua conduta, seu comportamento, suas atitudes, os ambientes que frequenta, o testemunho que tem dado àqueles que ainda não conhecem o Senhor. Pois a nossa caminhada precisa ser de santidade e integridade.

:: Dayane Nascimento [@dayanecristinan]

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015