Purus

Purus

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Tião Viana, junto aos governadores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia, esteve reunido com o presidente da Bolívia, Evo Morales, nesta terça-feira, 5, em Brasília. As discussões são para ampliar e reorganizar a cooperação entre os dois países, principalmente com esses estados situados na fronteira com o país vizinho.

O governador acreano solicitou a visita técnica do Serviço de Sanidade Agropecuária da Bolívia (Senasag, sigla em espanhol), para acelerar a liberação da exportação da carne suína do Acre. Evo Morales acatou o pedido, pontuando que em duas semanas a ação deve se efetivar. Em sua conta no Twitter, o presidente declarou: “Encontro muito produtivo em benefício de nossos povos Bolívia e Brasil. Formamos quatro comitês”.

Tião Viana também falou sobre a possibilidade de liberação de voos de Laz Paz, capital boliviana, seguindo até São Paulo, operados pela empresa Amaszonas. Como encaminhamento da reunião, foram criados quatro grupos de atuação voltados para os setores energético, operações comerciais e infraestrutura.

“Nossa agenda com o presidente Evo Morales foi muito produtiva. Além dos três grupos criados que vão trabalhar essas parcerias entre os dois países, ficou acertada uma nova reunião já no fim de janeiro próximo, para avaliação desses primeiros resultados”, afirmou Tião Viana.

Ele pontuou ainda que, ao se concretizar a liberação da carne suína acreana para a Bolívia, essa cadeia produtiva terá uma grande ampliação e vai contribuir muito na renda de várias famílias. O Brasil vai assinar em breve o acordo bilateral com o Peru também para a exportação da carne suína produzida no Acre.

Segundo Paulo Santoyo, diretor da indústria acreana Dom Porquito, inicialmente será realizada a comercialização de matéria-prima (animais) para empresas bolivianas que beneficiam carne suína. Em média, 15 indústrias na Bolívia podem comprar o produto acreano.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O governador Tião Viana viajou para Brasília onde acerta com o Ministério da Justiça e o Conselho Penitenciário Nacional a construção de duas penitenciárias de segurança máxima federais no Acre. A primeira ficará na BR-317, próximo de Xapuri e a outra ao longo da BR-364, em local que, por questões de segurança, ainda não foi informado. As duas prisões devem ter capacidade de mil presos, em conjunto, no modelo das prisões federais de segurança máxima e seguir o principio das Supermax americanas. De acordo com a Lei de Execuções brasileira.

O estado vai doar cerca de 80 hectares para a construção das prisões, em obra que, no conjunto, está orçada em mais de 60 milhões. A previsão para o início das obras é em 2018 e a inauguração deve ser feita em um período de 20 meses. A construção é uma promessa do governo federal e foi um dos temas do encontro de governadores para a Segurança Pública realizado em Rio Branco. O governador viajou com representantes do setor de segurança pública e sistema penitenciário acreano. Está prevista a contratação e treinamento de pessoal especializado para a guarda das penitenciárias, que deve contar com suporte federal, do Fundo Penitenciário.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O projeto idealizado pelo prefeito Adail Filho e a vice-prefeita Mayara Pinheiro, que nos primeiros dias de mandato retomaram reparos na embarcação, parados desde 2013. Cerca de R$ 800 mil foram investidos.

Na manhã desta sexta-feira, 24 de novembro, atracou no porto de Coari a primeira Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) do município. Revitalizada pela prefeitura e com a mesma estrutura de uma UBS tradicional, a embarcação levará atendimento médico e de cidadania para mais de 200 comunidades ribeirinhas da região. As atividades já devem começar na próxima semana.

O projeto foi idealizado pelo prefeito Adail Filho e a vice-prefeita Dra. Mayara Pinheiro já nos primeiros dias de 2017, quando foram retomadas as obras de revitalização da unidade, paradas desde 2013 pela última gestão. Cerca de R$ 800 mil foram investidos pela prefeitura para por o barco em operação.

De acordo com a vice-prefeita Dra. Mayara Pinheiro, a UBSF vem para facilitar a vida do ribeirinho, uma vez que levará atendimento de qualidade para quem vive longe da sede do município. “Existem muitas comunidades em Coari que enfrentam dificuldade logística. Falta acesso, transporte e muitas coisas mais. Por isso, quisemos garantir que os serviços essenciais chegassem até estas pessoas, cuidando com muito carinho da nossa população”, afirmou Mayara.

A UBSF é estruturada com recepção, serviço de triagem, um consultório odontológico, um consultório clinico, uma farmácia, além de um laboratório para exames clínicos básicos, como sangue e urina, e com o resultado sendo entregue na hora, o que irá acabar com a dificuldade que os comunitários têm enfrentado para cuidar de sua saúde.

A primeira viagem da UBS Fluvial que contará com a presença da vice-prefeita que irá auxiliar nos atendimentos dos pacientes com duração de pelo menos nove dias pela Baixo Solimões.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015