Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Boca do Acre

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
As inscrições estão abertas desde o dia 28 de Agosto e vão até o dia 05 de outubro.
concurso público

A Prefeitura de Boca do Acre lançou na semana passada o edital do concurso público para provimento de vagas em cargos do quadro de pessoal efetivo. De acordo com o edital o Concurso Público tem por objetivo o provimento de 325 cargos vagos a serem nomeados por regime Estatutário. O edital reza ainda que o prazo de validade do Concurso será de 2 anos, contados a partir da data da homologação do Resultado Final, podendo, à critério da PREFEITURA MUNICIPAL DE BOCA DO ACRE, ser prorrogado uma vez por igual período.

CARGOS E SALÁRIOS
edital boca do acre

Concurso em duas etapas

Primeira Etapa: Prova Objetiva de Múltipla Escolha, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório. Para os Cargos de Nível Superior a segunda etapa ocorrerá por Avaliação de Títulos de caráter classificatório.

INSCRIÇÕES

As inscrições poderão ser realizadas via Internet, no endereço eletrônico www.institutoabare-ete.com.br, no período das 9h do dia 28 de agosto de 2015 às 21h do dia 05 de outubro de 2015, observado o horário oficial de Brasília.

DAS PROVAS

As provas objetivas serão realizadas na cidade de Boca do Acre, na data prevista de 25 de outubro de 2015.

Leia o edital completo em www.institutoabare-ete.com.br.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Encarregado da empreiteira diz que se essa assinatura demorar, não está descartada a possibilidade de as máquinas irem embora.
Tudo está dependendo de uma assinatura do governador
Tudo está dependendo de uma assinatura do governador

O trabalho de reconstrução do sistema viário de Boca do Acre foi iniciado no ano de 2013 e paralisado no final do ano passado. De lá para cá, a empreiteira que venceu a licitação do Governo do Estado do Amazonas para a execução do serviço, não acrescentou mais um centímetro de concreto ou asfalto nas ruas, deixando uma sensação de suspense na população, que por sua vez teme ficar com o legado de uma obra inacabada.

Segunda etapa só depende do governador

De acordo com o encarregado da Vila Engenharia em Boca do Acre, Rosinaldo Vale, o reinício das obras está dependendo somente de uma determinação do governador José Melo, que tem o poder de assinar o contrato com a empresa e os trabalhos serem reiniciados. “Não tem previsão, está tudo parado, o governador trancou tudo. Só podemos começar somente quando ele autorizar a gente”, declarou o encarregado.

Vila tem prazo para deixar Boca do Acre - Rosinaldo alerta que o empreiteiro já avisou que esse contrato não for assinado até o final de agosto, a empresa poderá deixar o canteiro de obras.

Etapas do serviço

O representante da Vila Engenharia em Boca do Acre explicou que o serviço foi dividido em duas etapas. A primeira previa a pavimentação de 15 quilômetros e, segundo Rosinaldo, esse trabalho foi todo cumprido. A segunda fase contempla 14 quilômetros, quando serão contemplados os bairros Maria Leopoldina e Horta, além do asfaltamento do Platô do Piquiá, concretagem da Rua Renato de Souza Pinto até a frente da rodoviária, asfaltamento do Centro da Cidade e concretagem de outras ruas que não receberam o pavimento.

“Todo o levantamento foi feito, com todas as medições, agora está dependendo somente de um sinal do governador”, falou Rosinaldo.

Ainda conforme o encarregado, existia a pretensão de reiniciar os trabalhos no próximo dia 25 deste mês. Rosinaldo informou que se o contrato for firmado, o prazo para a entrega da cidade cem por cento asfaltada será no próximo.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativaEstrela inativa

A mais nova e moderna academia de Boca do Acre estará sendo inaugurada próxima segunda-feira (24), e proporcionará a seus alunos inúmeras vantagens, desde conforto a resultados. As inscrições estão abertas e você poderá reservar seu horário na Drogaria Popular.

I9 academia
Foto: Gilmar Peron

I9 Academia possui máquinas e equipamentos ultramodernos, o que proporcionará qualidade e praticidade a sua clientela. Outro ponto importante a destacar é a estrutura em dois ambientes, nova e toda planejada para proporcionar o máximo de desempenho aos treinos.
 
Confira 9 vantagens em fazer seus treinos na I9: Ar condicionado; Treinamento funciona; Programa de resultados; Dois ambientes; Máquinas modernas; Horário das 6 horas às 22h; Amplo estacionamento; Avaliação física computadorizada; Suplementos; Lanchonete; Aula de ritmos; Leitura biométrica; Mensalidade R$ 60,00; Espaço Saúde; Clube de desconto.

I9 fica na Av. 18, Piquiá. Frente ao GM3. Para maiores informações ligue 3451-2222 ou 98113-6787.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Cores, luzes, imponência e uma beleza que encanta. Assim está o centro das atenções do maior evento da Calha do Purus.
palco festival de praia
Foto: Gilmar Peron

A equipe coordenadora do XXI Festival de Praia publicou na noite desta quarta-feira (19), uma foto do palco do evento já finalizado. É uma verdadeira obra de arte o trabalho feito naquele que é o centro das atenções, que além da imponência, os detalhes inovadores se destacam, com contornos em led, que realçam a arquitetura e dão um toque especial o sol e o boto cor de rosa, ícones do verão bocacrense.
 
O local está pronto para receber as atrações musicais e o desfile das candidatas ao título de Garota Verão 2015. A abertura do Festival de Praia ocorrerá no próximo sábado, e terá como atração principal Jammil e Uma Noites. O evento acontecerá por três finais de semana e será encerrado no dia 6 de setembro, com o show do pagodeiro Xande de Pilares.
 
Preço do táxi para o festival

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Boca do Acre noticiou um acordo feito com os taxistas para a fixação do preço das corridas. Uma lotação completa do Platô do Piquiá à Praia, custará o valor de R$ 40,00, sendo que a cobrança por pessoa não poderá exceder R$ 10,00. Se a origem da corrida for o Desvio, a tarifa cai pela metade.
 
Segundo noticiou a ASCOM/PMBA, o presidente dos taxistas, Francisco Freire, orienta os passageiros do serviço de táxi, que não paguem outro valor a não ser o que foi oficialmente acordado entre as instituições.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
BR-317 e orla fluvial são obras que o  Governo diz ter concluído no município
orla fluvial de boca do acre

Na semana passada o site do Governo do Amazonas publicou duas reportagens falando sobre a conclusão de obras e serviços no interior do Estado, incluindo Boca do Acre. As informações davam conta principalmente de uma suposta finalização dos trabalhos na BR-317, estrada que liga o município ao Acre. Conforme as informações, "as obras de construção e pavimentação da BR-317, realizadas pelo Governo do Estado do Amazonas, estão sendo  finalizadas no segmento 1 (próximo a Boca Acre). Os segmentos 2 e 3 já estão concluídos".

Ainda conforme o veículo de comunicação estatal, a "responsável pelas obras, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) deve entregar o trecho que falta até o final do ano, quando o Departamento de Infraestrutura de Transporte (DNIT) fará a fiscalização".

Confira mais trechos da reportagem

De acordo com a secretaria de Estado de Infraestrutura, Waldivia Alencar, o convênio previa a execução de 100 quilômetros de rodovia. Entretanto, devido ao não licenciamento das obras, nos locais que passam por dentro das reservas indígenas, foram executados 65 quilômetros, divididos em três segmentos.

“Executamos toda a obra, fora as que passam nas reservas indígenas, e agora resta a finalização do último segmento”, explica a titular da Seinfra.

Para a secretária de Infraestrutura, a comunicação e o transporte em uma região como a amazônica representam um desafio, por isso enfatiza a importância da BR-317. “Ao encararmos esse desafio com responsabilidade, com certeza damos um passo para promover fluxo de riquezas e integração maior entre os estados e os municípios da região”, concluiu.

Que conclusão é essa?

O serviço a que a secretária de Infraestrutura se refere é a manutenção dos trechos de estrada de chão, que estão dentro das duas reservas indígenas e nos 10 quilômetros restantes para chegar à divisa com o estado do Acre. Quando a titular da pasta fala de finalização dos serviços, ela também se reporta ao trabalho de reconstrução dos trechos que haviam sido asfaltados e apresentaram falhas em toda a estrutura da rodovia.

Orla

O Governo do Amazonas  firmou convênio para realizar obras e serviços de engenharia de contenção dos processos erosivos graves nas orlas de 25 municípios, em 30. Em Carauari, os serviços estão finalizados. Em Manacapuru, Guajará e Boca do Acre, a primeira etapa dos trabalhos está concluída. As cidades de Itacoatiara, Nhamundá, Eirunepé e Manicoré estão com os trabalhos adiantados.

As obras nas orlas dos municípios são responsabilidade da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), que está acompanhando os serviços para que o cronograma seja cumprido. A secretária de Estado de Infraestrutura, Waldivia Alencar, explica que o trabalho para conter a erosão consiste em recuperar o barranco e requalificar as orlas. Segundo ela, é dado um tratamento ao terreno para impedir o desbarrancamento, que é o fenômeno das “terras caídas”, quando a correnteza destrói o solo nas margens do rio.

“O objetivo do trabalho para contenção dos processos erosivos é reduzir danos causados pelas águas e requalificar a orla dos municípios, que também servem como atração turística de cada lugar”, avalia.

Ainda segundo a secretária, algumas obras não começaram por causa das enchentes e do não repasse dos valores dos convênios, e adiantou que a Seinfra está trabalhando para agilizar o início dessas obras.

Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Barreirinha, Careiro da Várzea, Parintins, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Canutama, Carauari, Humaitá, Ipixuna, Nova Olinda do Norte e Pauiní são os municípios que estão incluídos nesse quesito.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Asfaltamento das ruas da cidade administrativa não tem data para reiniciar.
ruas do piquiá

Com o fim do período chuvoso e com o trabalho da Secretaria Municipal de Obras tapando buraco com material natural (barro) nas ruas do Piquiá, o resultado é o retorno das famosas nuvens de poeira. Quem não concorda com a situação e reclama veementemente são os moradores, que dizem não suportar mais respirar tanta poeira, principalmente nas ruas que um dia tiveram a presença do asfalto.

De acordo com a funcionária pública, que não quis revelar o nome, a situação está calamitosa. “A poeira invade a minha casa toda hora, não adianta fechar portas e janelas, quando chego do trabalho os móveis e toda a casa está tomada pela poeira, pelo barro”, expôs a mulher sensivelmente indignada.

“Gostaria de saber onde está essa empresa que estava asfaltando Boca do Acre, nós estamos abandonados, jogados literalmente à poeira”, desabafou a funcionária.

A empresa Vila Engenharia, que venceu a licitação em 2013 para fazer o serviço de recuperação do sistema viário de Boca do Acre ainda não deu sinal de que vai reiniciar os trabalhos. Grande parte do maquinário da empreiteira foi destinado para Pauini, município vizinho de Boca do Acre, local onde está sendo realizado o mesmo serviço.

Entramos em contato com a Secretaria Municipal de Obras, para saber a respeito do reinício dos trabalhos. Conforme informações do secretário de Obras, Edygley Melo, não há informações sobre o retorno da Vila Engenharia para o canteiro de obras.

“A última conversa que ouvi foi que seria feito (asfaltamento), mas com essa crise, não posso te afirmar”, disse Melo.

A Vila Engenharia concretou grande parte das vias da cidade baixa e asfaltou uma única via. No Piquiá o asfaltamento compreendeu não mais do que quatro ruas.

Sobre as ruas do Platô, Edygley disse que a pasta de Obras está fazendo um serviço de levantamento e piçarramento, para servir de base para o asfalto. De acordo com o secretário, quando o trabalho for encerrado, as máquinas serão direcionadas para o Maria Leopoldina.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A Igreja Assembleia de Deus em Boca do Acre realizou mais um grandioso congresso nas noites de sexta-feira, sábado e domingo, data em que comemorou seus 77 anos de fundação no município. Com recorde de público cada noite, a quadra de esportes Jacinto Ale, palco da realização da festa ficou completamente lotada de religiosos de vários seguimento evangélico e não evangélico para apreciar um dos maiores pregadores evangélicos de todos os tempos, Pastor Adão Santos do Ceará, conhecido como o cego de Camboriu e o cantor Paulo André de São Paulo.

festa da assembleia de deus em boca do acre
Foto: Taciana Peron

O local ficou completamente tomado por pessoas que oravam e cantavam com muito fervor no coração, e de olhos fechados, evocavam o máximo da fé, muitos buscavam por um milagre divino, para cura de alguma doença ou na busca por paz e prosperidade em suas vidas, outros, apenas estavam ali apenas por gratidão para com aquilo que tem recebido da parte de Deus.

No púlpito improvisado, ornamentado com belas flores, o Pastor presidente Aderaldo Pontes Pires acompanhado de sua esposa Eldia Queiroz e demais pastores setoriais prestavam louvor e conduziam a festa com muita animação e disposição.

O tema deste ano, “Multidão em Festa”, passagem retirada da Bíblia, retratou bem as três noites em que Boca do Acre experienciou o 77º congresso da Assembleia reunindo milhares de pessoas no evento.

Veja aqui galeria de fotos

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
“[...] o Projeto enfoca temas culturais distribuídos a cada série acordo com a idade das turmas”.
joão gabriel
Plateia assistindo às apresentações (Foto: Carlos Alberto Sales)

A escola estadual João Gabriel inaugurou um dos projetos pedagógicos mais significativos, o ‘Sexta-Feira Divertida’. A abertura aconteceu na última sexta-feira (14), na própria escola, situada no bairro Macaxeiral, e contou com a participação da coordenadora regional de Educação do município de Boca do Acre, Antonia Camurça, a coordenadora adjunta Pedagógica, Angélica Simão, a coordenadora adjunta Administrativa Izabel Cristina e gestor da escola estadual Lucas, Professor Pedro.

Alunos se apresentando na abertura do projeto
Alunos se apresentando na abertura do projeto

De acordo com o gestor da escola, Carlos Alberto Sales, o objetivo do projeto é “explorar o conhecimento dos alunos fora da sala de aula, bem como torná-los mais responsáveis e compromissados com as atividades atribuídas pelos professores, além de adquirir o respeito pela equipe escolar e pelos colegas”.

O gestor ainda citou que “além disso, o Projeto enfoca temas culturais distribuídos a cada série acordo com a idade das turmas”.

A Coordenadora levou uma palavra de incentivo e fez grandes elogios aos alunos e à equipe escolar. Também destacou sobre a organização da escola e os trabalhos pedagógicos desenvolvidos pelos professores.

A escola estadual João Gabriel tem o terceiro maior desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), com a média 6,5. É no estabelecimento de ensino que é desenvolvido um dos maiores projetos educacionais voltados à Educação Ambiental, o Projeto Jornal Ecológico, que já se apresentou em eventos de amplitude municipal.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Time amazonense eliminou Bradesco Mal. Deodoro e BB Misto e se junta a Bradesco Centro, Banco da Amazônia e Banco do Brasil, na disputa por vagas para a decisão
copa bancária

A fase de classificação da 8ª Copa Bancária de Futebol Soçaite, que começou em junho, terminou na manhã deste sábado (1º), com a última rodada, no campo do Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Acre (Sintest-AC). A rodada definiu o último o Boca do Acre-AM como último time classificado para as semifinais. Ele se junta a Bradesco Centro (atual campeão), Banco do Brasil e Banco da Amazônia na disputa das duas vagas para a grande final da competição.

A classificação do time amazonense saiu com a vitória da equipe sobre o Bradesco Marechal Deodoro por 2 a 0, em uma partida muito disputada. O resultado tirou qualquer chance de classificação do Bradesco Mal. Deodoro e BB Misto.

No primeiro confronto da rodada, o BB Misto goleou o lanterna e eliminado time da Caixa por 5 a 2, e terminou a primeira fase na quinta posição, com sete pontos.

No último duelo, o vice-líder Banco do Brasil enfrentou o Banco da Amazônia, terceiro colocado. Na partida com mais gols da rodada, os dois times empataram por 5 a 5. O resultado levou o BB à primeira posição ao lado do Bradesco Centro, que folgou, ambos com 13 pontos.

Semifinais

Os finalistas da Copa Bancária de Futebol Soçaite 2015 serão definidos no próximo sábado (8), a partir das 8h15, no campo do Sintest-AC. Bradesco Centro e Basa voltam a se enfrentar na competição. As duas equipes decidiram o título de 2014, com triunfo do time vermelho e branco, que também venceu o embate da primeira fase da competição.

No outro duelo, Banco do Brasil encara o Boca do Acre-AM. Na primeira fase, o BB goleou o combinado amazonense por 5 a 1, na penúltima rodada.

Classificação final da 1ª fase

1º - Banco do Brasil - 13 pts
2º - Bradesco Centro - 13 pts
3º - Banco da Amazônia - 11 pts
4º - Boca do Acre-AM - 9 pts
5º - BB Misto - 7 pts
6º - Bradesco Mal. Deodoro - 4 pts
7º - Caixa - 3 pts

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
O 'Provão' entrou na sua segunda edição e teve a participação de 606 alunos, nos três níveis de ensino.
Escola realiza mega avaliação e premia os destaques
Aplicação do provão (Foto: Samuel Mota)

A escola estadual Coronel José Assunção teve uma iniciativa pioneira entre os estabelecimentos de ensino de Boca do Acre. A cada dois meses, o estabelecimento de ensino realiza o já conhecido ‘Provão’, uma avaliação em grande escala, reunindo todas as disciplinas, como forma de testar o conhecimento adquirido durante os cinquenta dias que duram cada bimestre. A escola toda se mobiliza para a realização da grande prova, a começar pela equipe pedagógica, que se divide entre a montagem, revisão e impressão da avaliação. A outra mobilização acontece por parte dos alunos, que por sua vez se concentram em estudos aprofundados para ter o melhor desempenho, uma vez que a escola estabelece uma espécie de competição por turma e por aluno.

Antonio Joaquim, primeiro da esquerda para a direita, ganhou o troféu por ter obtido a maior nota da escola

O último provão foi realizado no dia 20 e 21 de julho. De acordo com informações do gestor da escola Samuel Alves, participaram da avaliação o Ensino Fundamental 1, do segundo ao quinto ano, o Ensino Fundamental 2 regular, do 6º ao 9º ano, e o Ensino Médio Regular. Ainda conforme as informações do diretor da escola, a segunda edição do provão em 2015 demandou mais de 8 mil folhas de papel para atender a todas as turmas envolvidas na avaliação. Em dinheiro, o custo da avaliação é de mais de 5 mil reais, que o gestor considera um investimento no conhecimento dos alunos.

“Fazemos esse esforço tremendo, porque estamos lidando com pessoas que mais cedo ou mais tarde irão passar pelas avaliações como Enem, vestibulares e concursos públicos e essa é a nossa forma de contribuir para a inserção deles no mundo competitivo”, disse Samuel Alves.

Um dos integrantes da equipe de montagem do provão, o professor de Educação Física Rafael Giuliane, falou que a iniciativa mexe com toda a escola. “A gente percebe a dedicação dos alunos, a vontade de tirar a nota máxima, de gabaritar avaliações, isso sem dúvida é uma iniciativa louvável da nossa escola”, considerou o professor.

Destaques do Ensino Médio no Provão
Destaques do Ensino Médio no Provão

Resultado

O resultado do provão foi divulgado na semana passada e contou com a presença da Secretaria Estadual de Educação e da coordenadora regional de Educação, Antonia Camurça Furtado. A coordenadora deu os parabéns ao gestor e a toda a equipe da escola que se empenhou na realização do provão. Antonia destacou que essa avaliação já prepara os alunos para testes externos como IDEB, SADEAM e ANEB, além de já dar base para o ENEM, SIS e PSC.

A escola premiou com medalhas as maiores notas nos três níveis de ensino. O aproveitamento da escola foi de 58%. Por nível, o destaque ficou para o ensino fundamental 1, com a média de 63,4%, seguido do ensino fundamental 2, com a média de 57,3% e do ensino médio, com o aproveitamento de 54%.

Dos 606 que foram avaliados nos três níveis, a classificação final ficou assim:

1º Antonio Joaquim – 9º ano “1”
2º Paulo Henrique – 5º ano
3º Isabele Cruz – 3º aninho
4º Luany da Silva – 3º aninho
5º Guilherme Reolon – 3º aninho
6º Maria Eduarda – 2º aninho
7º Marcela – 9º ano “1”
8º Ivanilton Júnior – 3º ano “1”
9º Letícia Lima – 4º ano
10º Nairton – 9º ano “1”

Das 24 turmas avaliadas, a que teve melhor aproveitamento foi o 9º ano “1”, com o percentual de 77,1%, seguida do 2º ano “1”, com 74,7%.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015