Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Boca do Acre

Boca do Acre

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativaEstrela inativa
Após uma semana de muita correria e intenso trabalho, o bocacrense terá um momento para relaxar, divertir, e o melhor de tudo, receber instruções de como cuidar de sua saúde e da natureza.
praia saúde e lazer
Foto: Divulgação

Estudantes do curso de Eventos do CETAM estarão realizando neste sábado, dia 8, a partir das 8h, nas areias do 21º Festival de Praia, um momento especial, voltado para o bem estar social da população. A programação conta com palestras sobre nutrição, aula de zumba, escolha da musa Saúde e Lazer, aula de educação física e meio ambiente.

Para uma das organizadoras e estudante do curso de Eventos, Mirla, este será um momento em que, após uma semana de muita correria e intenso trabalho, o bocacrense terá para relaxar, divertir e receber instruções de como cuidar melhor de sua saúde.

Um dos temas de extrema importância abordado pelos estudantes será sobre meio ambiente, na tentativa de conscientizar os frequentadores do festival a não agredir a natureza e, que colabore com a limpeza nas areias e na preservação do leito do rio, não jogando detrito nas águas do rio Purus.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
“Uma máquina é como o corpo humano, que às vezes, sem esperar, dá problemas, pára de funcionar”, avisou o gerente da Amazonas Energia em Boca do Acre, Eudo Marques de Avilar.
apagões em boca do acre
Foto:Internet

Há mais de duas semanas Boca do Acre passou por momentos que não faziam parte da vida do bocacrense há muito tempo, o racionamento de energia. Problemas nos grupos geradores da A Amazonas Energia fizeram a cidade ter interrupção de energia elétrica a cada 2 horas por circuito. A situação se agravou pelo fato de três motores terem apresentado problemas graves, com um deles dando perda total, sendo necessária a sua troca.

O resultado com o quebra-quebra de máquinas foi o desfalque em três das sete do parque de geração de energia. A conseqüência foi um racionamento que durou cinco dias. Os circuitos de Praia do Gado, Centro da Cidade e Platô do Piquiá tiveram momentos alternados com a presença da energia elétrica, quatro com energia elétrica e duas horas de apagão total.

Entretanto, antes do pico do problema, a concessionária já dava sinais de falhas mecânicas, com quebras bruscas de energia e grandes oscilações que resultaram na queima de inúmeros aparelhos eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

No racionamento propriamente dito, os comerciantes que não dispunham de grupo gerador próprio, amargaram prejuízos com os produtos que dependem necessariamente da energia elétrica para se manter comercializável.

Amazonas Energia recebe reforço

De acordo com o gerente da Amazonas Energia em Boca do Acre, Eudo Marques de Avilar, o problema foi equacionado temporariamente com a chegada de um grupo gerador novinho, que veio para ficar no lugar do que ‘trancou’. Atualmente a concessionária não está trabalhando com máquinas de reserva o suficiente para atender a uma emergência, caso novos problemas voltem a ocorrer. De acordo com o gerente, o novo motor já está funcionando, somando-se aos seis que estão em operação.

Perigo constante

Perguntado sobre a possibilidade de um novo apagão, Eudo disse que não é descartado que a energia volte a falta em Boca do Acre. O gerente explicou que “uma máquina é como o corpo humano e que às vezes, sem esperar, dá problemas, pára de funcionar”.

Hoje, Boca do Acre conta com apenas um grupo gerador de reserva nos momentos de pico. O consumo maior de energia em Boca do Acre ocorre em dois momentos; das 13 às 16 horas e das 18 às 21 horas, quando a usina termelétrica precisa gerar até 5.400 quilowatts-hora, o que só se torna possível com o funcionamento de seis máquinas, com apenas uma ficando de reserva.

O momento de menor consumo é nas madrugadas, à partir das 5 horas, quando a geração deixa de ser exigida na sua plenitude e os números caem para quase a metade, para 3.000 quilowatts-hora.

Autoridades poderiam fazer a sua parte

O gerente fez questão de ressaltar que todos os servidores da Amazonas Energia e da Control trabalham para que o bocacrense tenha energia constante e de qualidade. Eudo ressaltou que as autoridades políticas do município poderiam se mobilizar para requisitar mais grupos geradores, o que daria uma sensação de tranqüilidade, pois teriam máquinas suficientes para suprir qualquer eventualidade, sem ser necessário realizar o transtorno dos racionamentos. Para o gestor da concessionária no município, para a usina geradora trabalhar com tranqüilidade, seriam necessárias mais duas máquinas.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015