Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Boca do Acre

Boca do Acre

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
O promotor Armando Gurgel Maia solicitou a transferência do criminoso, que por conta lei, deve ser classificado como menor infrator.
ronilson albuquerque
Ronilson Albuquerque não irá cumprir sequer 3 anos de internação pelo duplo assassinato por ele cometido no
tempo de seis meses - Foto: Agostinho Alves

Ronilson Albuquerque, agora com 18 anos de idade, foi transferido para um centro de recuperação de menor infrator, na capital amazonense. A transferência aconteceu na semana passada, e se deveu graças ao pedido do promotor Armando Gurgel Maia, que na sua solicitação alegou que Boca do Acre não tinha como atender a internação.

O representante do Ministério Público disse esperar que a transferência de Ronilson sirva de exemplo para os adolescente que revolvem enveredar pelo caminho do crime.

Ronilson é acusado, e ao mesmo réu confesso, de ter cometido dois atos bárbaros que tiraram a vida de duas pessoas. No dia 15 de dezembro de 2014, Ronilson matou com 41 golpes de faca Osvaldo Dantas da Silva. O crime ocorreu na estrada do projeto de Assentamento do Monte.

Leia também

O outro ato com os mesmos requintes de crueldade ocorreu na primeira quinzena de junho deste ano. Ronilson matou e escondeu o corpo de Maria José Rodrigues Furtuoso, 51 anos, crime que segundo apurou a polícia, foi cometido por conta da vítima ser mãe de uma adolescente pela qual Ronilson nutria um sentimento amoroso, fato que era reprovado veementemente por Maria José.

Ronilson foi internado no dia 12 de junho depois que a polícia cumpriu mandado de busca pelo assassino.

A lei que privilegia menor infrator

Um fato contraditório é que mesmo tendo cometido um ato abominável, com características próprias de selvageria, Ronilson não pode ser enquadrado como criminoso, isso porque ele matou quando ainda era menor de idade. Ronilson cometeu o que a lei classifica como ato infracional um dia antes de completar 18 anos de idade, em razão deste detalhe, ele sequer pode ficar junto com os demais detentos que estão cumprindo pena na 61º Delegacia Interativa de Polícia.

Internação de 6 meses há 3 anos

O promotor de Justiça de Boca do Acre, Armando Gurgel Maia, explicou que a internação de Ronilson pode durar de 6 meses há 3 anos. Perguntado sobre o fato de ele ter sido o algoz de duas vítimas, o promotor esclareceu que não haverá acréscimo na ‘pena’ de Ronilson pelo fato de ele ter cometido atos infracionais quando ainda era menor de idade.

Leia também

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Copão tem final emocionante com recorde de público
monte verde levanta taça de campeão
Equipe do Monte Verde levanta troféu de campeão - Foto: Ascom/PMBA

O time do Monte Verde venceu nos pênaltis a equipe do Pau do Alho, sendo que no tempo regulamentar da partida o jogo ficou empatado, por 3 a 3. Com a vitória, Monte Verde se torna o maior campeão do Copão da Floresta com 3 títulos. A final aconteceu ontem, domingo (02), no estádio Arthur Leite completamente lotado e, em uma partida emocionante e empolgante.

As equipes adentraram em campo concentradas, mas se via em seus semblantes sentimento de emoção e empolgação transmitido pela agitação do público recorde nas arquibancadas da competição. Mesmo com nervos a flor da pele, a concentração dos atletas foi fundamental para construir o resultado de 3 a 3. Chegando aos pênaltis, já muitos cansados e exauridos pela partida enlouquecedora do tempo regulamentar, os atletas tiveram ainda que se superar e mostrar preparo físico durante a disputa das penalidades.

Presentes no evento, Prefeito Iran Lima, vereador José Noronha e Subsecretário de Esportes Dagorberto, popular “Dagor”. Durante seu pronunciamento, “Dagor” agradeceu a participação das equipes, e principalmente o empenho dos dirigentes e atletas. Para ele, verdadeiros protagonistas de uma bela competição que proporcionou lazer e alegria às comunidades.

Uma partida preliminar feminina entre Pau do Alho x Km-104, deu entonação ao que se viria logo em seguida. As mulheres entraram em campo com disposição e entusiasmo, levando à torcida a loucura. Após muita euforia, não somente da torcida, mas também das atletas participantes, veio à campeã nos pênaltis, o time do Pau do Alho levou a medalha de ouro para o rio Purus.

O sucesso do campeonato municipal teve uma grande parcela de contribuição da torcida, que sempre se fez presente nos jogos, incentivando e colaborando com um dos maiores eventos esportivo de Boca do Acre que contou em 2015 com 36 equipes disputando o troféu.

A equipe de locutores da rádio “Eu e Você” transmitiram flash ao vivo dos resultados dos jogos e a premiação.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015