Boca do Acre

Atualidades

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

ADJUTO AFONSOO deputado Adjuto Afonso ressaltou no Plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), os 20 anos do programa Pronto Atendimento ao Consumidor (PAC), no bairro São José, zona Leste da capital, que celebra a data contabilizando 25 milhões de atendimento ao cidadão amazonense. O programa foi o primeiro serviço de pronto atendimento ao público, inaugurado pelo então governador Amazonino Mendes, em 20 de março de 1998.

"O PAC da zona Leste completou 20 anos e foi justamente uma criação do governador Amazonino Mendes, quando estava no governo em 98, levando o PAC pra próximo das pessoas, sendo o primeiro, no bairro São José. Quero registrar a visão do governador que naquela época já procurava fazer o melhor pelas pessoas aqui do Estado. Não ficou só em Manaus, hoje, nós temos as lanchas que vão ao interior do Estado e prestam serviço também às pessoas de comunidades distantes. Até hoje esse programa já atendeu 25 milhões de pessoas", destacou Adjuto Afonso.

O PAC é um programa voltado à população amazonense, para simplificar e agilizar o atendimento dos serviços públicos, como a emissão de RG, CPF, carteiras de trabalho, certidões, dentre outros. Atualmente, totaliza mais de 1.500 atendimentos por dia.

O PAC São José foi agraciado com o selo comemorativo dos Correios, alusivo aos seus 20 anos de trabalho em que levou dignidade e oportunidades ao cidadãos.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Belissímos sapatos e vestidos por preços arrasadores. Aproveite! Promoção válida até o final de abril

confira aqui os preços arrasadores

LORATA

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O deputado Adjuto Afonso (PDT) repercutiu esta semana, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o acordo de cooperação técnica assinado na semana passada, em Brasília, entre a Confederação Nacional dos Pescadores (CNPA) e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), que permitirá o acesso das colônias de pescadores dos municípios ao banco de dados do INSS, dando celeridade aos serviços solicitados pela classe.

"O deputado Walzenir que é o representante legítimo do pescador brasileiro, do Amazonas, assinou em Brasília com o INSS através da Confederação Nacional dos Pescadores, um convênio que vai beneficiar mais de 700 mil pescadores de todo o Brasil, 70 mil só no Amazonas. Isso vai facilitar os serviços que os pescadores necessitam, como pedidos de aposentadoria e acesso ao seguro defeso, dentre outros", disse o deputado.

O acordo, assinado pelos presidentes da CNPA, Walzenir Falcão, e do INSS, Francisco Soares Lopes, tem por objetivo acabar com a burocracia no atendimento aos pescadores, que, em muitos casos, têm que sair da localidade onde moram e viajar centenas de quilômetros até chegar a um posto da Previdência Social.

Conforme a CNPA, o acordo de cooperação técnica beneficiará mais de 70 mil trabalhadores do setor pesqueiro do Amazonas. As colônias de pescadores nos municípios terão acesso ao sistema do INSS, facilitando o atendimento aos trabalhadores, além de diminuir as filas nos postos da capital. Segundo o INSS, o treinamento dos funcionários dsa colônias já inicia na próxima semana, com duração de três meses.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015