Esporte

Esporte

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Tribunal de Disciplina da Conmebol denunciou o Flamengo em dois artigos nesta terça-feira (19). O clube rubro-negro será julgado por conta dos episódios de violência antes, durante e depois da final da Copa Sul-Americana contra o Independiente, no Maracanã.

De acordo com o UOL, entre as punições previstas para o time brasileiro estão uma multa de 400 mil dólares, perda de mando de campo, mandar partidas fora do Brasil e até a exclusão de competições organizadas pela entidade, como a Libertadores, por exemplo.

O veredito do julgamento será divulgado em janeiro, quando a Conmebol retoma suas atividades após o recesso de festas. Mas vale salientar que o Flamengo vai enviar à entidade um documento com sua defesa na quinta-feira (21).

AS DENÚNCIAS

O primeiro artigo pelo qual o clube foi denunciado é o 11.2, que fala do lançamento de objetos em campo, uso de fogos de artifício e desordem antes, durante e após o jogo, tumultos e a não identificação dos responsáveis.

A outra denúncia, também divulgada pelo UOL e confirmada pelo Esporte ao Minuto, é sobre a segurança e a organização da partida contra o Independiente. Vale dizer que o foguetório ocorrido na porta do hotel que abrigou a deleção do time argentino, na véspera do jogo, também foi citado.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (8) que Paolo Guerrero foi suspenso por um ano por doping. Com isso, o centroavante do Flamengo e da seleção peruana não está elegível para jogar a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia, assim como qualquer tipo de partida até dia 3 de novembro do ano que vem.

Teste antidoping realizado por Guerrero após jogo contra a Argentina, válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 e disputado no dia 5 de outubro, denunciou a presença de benzoilecgonina, metabólito presente na cocaína. A contraprova também deu positiva, o que fez com que o centroavante fosse acusado de descumprir o regulamento da Fifa.

A suspensão de Guerrero vale a partir do dia 3 de novembro de 2017, data em que o centroavante foi punido preventivamente. A suspensão cobre qualquer tipo de partida, desde oficiais até amistosas.

A principal estratégia da defesa era uma contaminação cruzada com folhas de coca através de chá antigripal ingerido pelo camisa 9 antes do jogo contra a Argentina, mas o argumento não funcionou. Com a condenação, Guerrero poderia pegar até quatro anos de gancho. Com informações da Folhapress.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Palmeiras se encontra próximo de um acerto para contratar o goleiro Weverton. Nos próximos dias, a diretoria do clube alviverde vai trabalhar para contar com o jogador já na pré-temporada de janeiro e negocia com o Atlético-PR a liberação imediata do campeão olímpico com a seleção brasileira no ano passado. O contrato do atleta se encerra no fim de maio.

De acordo com pessoas ligadas a Weverton, o Atlético-PR decidiu cortá-lo da relação pela negociação se encontrar em um estágio avançado. O Palmeiras ainda trata o negócio com cautela e só considerará o negócio fechado com uma liberação concreta por parte do clube paranaense, que estuda a compensação a ser pedida para o goleiro vestir verde em janeiro.

Desde o surgimento do interesse, Weverton manifestou o desejo aos atleticanos de mudar de equipe no ano que vem e também tem o desejo de iniciar a temporada pelo Palmeiras. O goleiro, desde o início de dezembro, pode assinar um pré-contrato com outro clube.

Porém, no momento, o campeão olímpico segue aguardando um ponto final nas conversas entre os dois clubes. Não está definido, por exemplo, se o Palmeiras realizará uma compensação financeira ao Atlético-PR para contar com Weverton no início do próximo ano ou se envolverá jogadores do atual elenco no acordo.

Nomes como Raphael Veiga, Hyoran e Erik interessam ao clube paranaense, segundo apuração da reportagem. No entanto, asseguram do lado palmeirense da negociação que nenhum atleta foi oferecido até o momento para facilitar a vinda de Weverton.

Deste trio, Erik é quem deve ter a saída facilitada. Contratado por R$ 13 milhões no fim de 2015, o atacante perdeu espaço nesta temporada e deve ser colocado no mercado a partir desta semana, pelo menos para um empréstimo. Hyoran e Veiga chegaram nesta temporada e ainda são tratados como aposta pela diretoria de futebol palmeirense.

Enquanto tenta a liberação de Weverton para janeiro, o Palmeiras acelerou o planejamento de elenco para o gol e renovou com Fernando Prass até o fim do ano que vem. Além do ídolo e titular, Roger Machado conta no momento com o talismã Jailson, que termina invicto pelo segundo ano seguido na Série A, e os jovens Vinicius Silvestre e Daniel Fuzato. Com informações da Folhapress.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015