Purus

Purus

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O governador Tião Viana viajou para Brasília onde acerta com o Ministério da Justiça e o Conselho Penitenciário Nacional a construção de duas penitenciárias de segurança máxima federais no Acre. A primeira ficará na BR-317, próximo de Xapuri e a outra ao longo da BR-364, em local que, por questões de segurança, ainda não foi informado. As duas prisões devem ter capacidade de mil presos, em conjunto, no modelo das prisões federais de segurança máxima e seguir o principio das Supermax americanas. De acordo com a Lei de Execuções brasileira.

O estado vai doar cerca de 80 hectares para a construção das prisões, em obra que, no conjunto, está orçada em mais de 60 milhões. A previsão para o início das obras é em 2018 e a inauguração deve ser feita em um período de 20 meses. A construção é uma promessa do governo federal e foi um dos temas do encontro de governadores para a Segurança Pública realizado em Rio Branco. O governador viajou com representantes do setor de segurança pública e sistema penitenciário acreano. Está prevista a contratação e treinamento de pessoal especializado para a guarda das penitenciárias, que deve contar com suporte federal, do Fundo Penitenciário.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O projeto idealizado pelo prefeito Adail Filho e a vice-prefeita Mayara Pinheiro, que nos primeiros dias de mandato retomaram reparos na embarcação, parados desde 2013. Cerca de R$ 800 mil foram investidos.

Na manhã desta sexta-feira, 24 de novembro, atracou no porto de Coari a primeira Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) do município. Revitalizada pela prefeitura e com a mesma estrutura de uma UBS tradicional, a embarcação levará atendimento médico e de cidadania para mais de 200 comunidades ribeirinhas da região. As atividades já devem começar na próxima semana.

O projeto foi idealizado pelo prefeito Adail Filho e a vice-prefeita Dra. Mayara Pinheiro já nos primeiros dias de 2017, quando foram retomadas as obras de revitalização da unidade, paradas desde 2013 pela última gestão. Cerca de R$ 800 mil foram investidos pela prefeitura para por o barco em operação.

De acordo com a vice-prefeita Dra. Mayara Pinheiro, a UBSF vem para facilitar a vida do ribeirinho, uma vez que levará atendimento de qualidade para quem vive longe da sede do município. “Existem muitas comunidades em Coari que enfrentam dificuldade logística. Falta acesso, transporte e muitas coisas mais. Por isso, quisemos garantir que os serviços essenciais chegassem até estas pessoas, cuidando com muito carinho da nossa população”, afirmou Mayara.

A UBSF é estruturada com recepção, serviço de triagem, um consultório odontológico, um consultório clinico, uma farmácia, além de um laboratório para exames clínicos básicos, como sangue e urina, e com o resultado sendo entregue na hora, o que irá acabar com a dificuldade que os comunitários têm enfrentado para cuidar de sua saúde.

A primeira viagem da UBS Fluvial que contará com a presença da vice-prefeita que irá auxiliar nos atendimentos dos pacientes com duração de pelo menos nove dias pela Baixo Solimões.

Curta nossa página no Facebook

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Os estudantes do Acre apresentaram um bom desempenho na segunda e última fase da 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Só no bronze os acreanos conquistaram 60 medalhas, além de 4 na prata e 110 de Menção Honrosa.

Os medalhistas são de escolas de todas as regionais do estado, do Alto Acre ao Juruá. De escolas da capital, com medalha de prata os premiados foram Júlia Nobre da Escola Neutel Maia, Luis Peixoto e Vicente Cabral, ambos da Rodrigues Leite e também Cristopher Freitas do Barão do Rio Branco.

O estudante Luis Felipe explica que ficou surpreso com o resultado, “porque não acreditava que em meio a tantos competidores conseguiria conquistar uma medalha de prata”. Ele conta ainda que esta é sua segunda participação, já havia ganhando um bronze na competição anterior.

Além dos estudantes, 17 professores do estado também serão premiados com diplomas, materiais de apoio e participação em encontros nacionais de docentes. Juntam-se ao grupo de vencedores 22 escolas estaduais, que irão receber troféus e material didático.

As secretarias de Educação dos Municípios de Marechal Thaumaturgo e Sena Madureira também serão contempladas com troféus. As instituições são premiadas de acordo com o desempenho dos estudantes dessas localidades.

“A premiação dos nossos estudantes nos enche de orgulho, demonstra que de um lado nós estamos na escola desenvolvendo atividades que são mais desafiadoras e permitem que o aluno aprenda mais. Por outro lado, estamos oportunizado que no Instituto de Matemática [Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia (IMCF)], por exemplo, nossos alunos aprendam outras dimensões desta ciência e de como ela se aplica na escola e na vida”, avalia o secretário estadual de Educação do Acre, Marco Brandão.

O coordenador do IMCF, Eliomar Amorim, lembrou que na edição do ano passado os estudantes acreanos já haviam conquistado outras 60 medalhas de bronze e que os resultados são reflexo do esforço dos alunos aliado ao trabalho da instituição.

“Procuramos sempre estabelecer parcerias com as escolas proporcionando aos nossos estudantes novos desafios no campo da matemática”, pontua. O Instituto oferece cursos de matemática básica e avançada a fim de apoiar o ensino das escolas do estado.

A premiação será realizada em 2018. Este ano a competição teve a participação de quase um milhão de estudantes. E nesta edição serão distribuídas 500 medalhas de ouro, 1,500 de prata, 4,500 de bronze e até 46.200 menções honrosas.

A olimpíada

A Obmep é a maior competição de matemática do país. Envolve alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º do médio, das cinco regiões brasileiras, e busca estimular o estudo da matemática e revelar talentos na área. Este ano contou pela primeira vez com a adesão de escolas particulares.

É uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015