NOTÍCIAS

Riotur anuncia esquema operacional para o Carnaval de Rua 2024 – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

Carnaval de Rua no Rio – Arquivo / Riotur

A Riotur apresentou, na manhã desta quinta-feira (11/1), o esquema operacional para o Carnaval de Rua 2024. A coletiva, realizada no Centro de Operações Rio (COR), contou com a participação de autoridades do COR, da Secretaria de Ordem Pública (Seop), Guarda Municipal, CET-Rio, Secretaria de Saúde (SMS) e Comlurb. Cada um apresentou seus respectivos planejamentos para a atuação nos blocos autorizados para o carnaval de rua deste ano.

– Tivemos no Réveillon um grande de exemplo de como o Rio de Janeiro está apto a sediar megaeventos e como os órgãos públicos podem trabalhar coordenadamente. O sucesso se deve, em grande parte, ao trabalho integrado e ao planejamento prévio – disse o presidente da Riotur, Ronnie Costa.

Na coletiva, a Riotur também anunciou duas ferramentas para facilitar a vida do folião carioca e dos turistas que vierem curtir a festa na Cidade Maravilhosa: o lançamento em todas as plataformas digitais do aplicativo Blocos do Rio 2024 e o site oficial. Ambas são atualizadas simultaneamente e sincronizadas com o COR, em tempo real.

Por meio do aplicativo, já disponível para os sistemas Android e iOS, o folião terá acesso a informações de  todos os blocos espalhados pela cidade, com descrição, data, horário, local da concentração e como chegar por meio de geolocalização. Além disso, os usuários também terão acesso a notícias relacionadas aos blocos, desfiles e serviços, como endereços e contatos dos  postos de informações, aeroportos, hospitais, delegacias, postos de saúde, entre outros.

Com o aplicativo, o folião pode ainda se organizar e montar uma agenda com muita facilidade. Basta favoritar os blocos de sua preferência.

Três mil agentes da Seop e Guarda Municipal atuarão nos blocos de rua

A Seop e a Guarda Municipal vão empregar três mil agentes para atuarem no ordenamento dos Blocos de Rua de 2024. Do total, 1.500 estarão voltados para as ações de trânsito, com o objetivo de minimizar possíveis impactos na fluidez das vias, promover a segurança viária e reprimir o estacionamento irregular. Nas ações de ordenamento urbano, os agentes vão coibir a venda ilegal de bebidas em garrafa de vidro e os ambulantes que não foram regulamentados pela Prefeitura.

As equipes também vão atuar de forma preventiva para garantir a segurança dos foliões. A operação é estratégica e pode sofrer alterações em caso de mudanças no cronograma dos desfiles.

A Guarda Municipal também realizará distribuição de pulseiras de identificação para crianças em desfiles de blocos infantis. Além disso, equipes da Ronda Maria da Penha vão atuar em desfiles de megablocos na cidade, com o objetivo de evitar atos de violência contra a mulher.

Os agentes da Guarda Municipal vão atuar na dispersão dos blocos até o momento em que as vias estiverem disponíveis para o trânsito.

Secretaria de Saúde terá postos médicos no circuito dos blocos

A Secretaria Municipal de Saúde preparou um esquema especial de atendimento pré-hospitalar nas áreas de maior concentração de público, nos bairros do Centro, Copacabana e Ipanema. São quatro postos médicos que darão suporte a um total de 47 blocos. O esquema começa a operar no Centro já no fim de semana de 20 e 21 de janeiro, quando desfilam os dois primeiros megablocos da temporada, o Carrossel de Emoções e o Chá de Alice.

A estrutura da SMS conta, ao todo, com 16 leitos, sendo quatro de suporte avançado (um em cada posto); além de 20 poltronas de hidratação e 142 ambulâncias avançadas para transferência dos casos mais graves para UPAs ou hospitais da rede. As remoções serão coordenadas pela Central Municipal de Regulação, totalizando 200 profissionais.

No Centro, são dois postos localizados na Praça Ana Amélia e no Largo da Carioca e que funcionarão nos dias 20, 21, 27 e 28 de janeiro; 3, 4, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 17 e 18 de fevereiro. O posto de Ipanema fica na Praça Nossa Senhora da Paz e dará suporte também aos blocos que desfilam na Lagoa e no Leblon, nos dias 27 e 28 de janeiro; 3, 4, 9, 10, 11, 12, 13 e 18 de fevereiro. Já em Copacabana, atendendo ainda aos foliões dos blocos do Leme, o posto fica na Praça do Lido e funcionará nos dias 10, 13 e 17 de fevereiro.

Comlurb terá megaoperação de limpeza para os blocos de rua

A Comlurb preparou uma megaoperação de limpeza para a passagem dos blocos de rua por todas as regiões da cidade durante o Carnaval 2024. Os trabalhos iniciam neste sábado (13/1), primeiro fim de semana com o desfile dos blocos oficiais. Os superblocos, com público estimado acima de 500 mil pessoas, contam com a presença de cerca de 300 garis e a colocação de 600 contêineres para que os frequentadores possam fazer o destino correto de seus resíduos. Para blocos especiais, com público estimado acima de 80 mil pessoas, serão cerca de 40 garis e instalados 250 contêineres. Para os demais blocos menores de toda a cidade, serão de 10 a 30 garis e de 10 a 50 contêineres.

A Comlurb vai colocar nas ruas um efetivo de 2.450 garis nos dias com o maior número de blocos nas ruas. Serão disponibilizados até mil contêineres de 240 litros e até 700 caixas metálicas de 1.200 litros por dia, nas áreas de concentração dos blocos. Em relação a veículos, serão postos em operação até 57 caminhões compactadores, 16 basculantes, oito varredeiras de grande porte e 18 pipas d’água e 19 vans lava jato para lavagem das vias com água de reuso. Entre os equipamentos, serão utilizados diariamente até 90 sopradores, 40 pulverizadores costais e 18 varredeiras de médio porte.

Quem for flagrado pela fiscalização urinando em via pública será autuado no artigo 103 A, da Lei de Limpeza Urbana, e receberá uma multa no valor atual de R$ 773,65. Já quem for pego jogando pequenos resíduos nas ruas, como latas de bebidas, copos e garrafas descartáveis, guimbas de cigarro e pequenas embalagens de lanches, será multado em R$ 282,38, de acordo com o Art. 82.

Centro de Operações

O COR será o responsável pelo monitoramento da movimentação dos blocos da cidade. A Sala de Situação, que atua como espaço de triagem, terá 60 agentes por turno que vão monitorar em tempo real o que acontece na cidade. Além disso, drones irão transmitir imagens dos principais blocos que vão desfilar no Centro do Rio em tempo real para os operadores. O equipamento já será utilizado no fim de semana que antecede o início oficial do Carnaval.

Outra novidade será o reforço de câmeras nos circuitos e trajetos dos principais blocos do Rio. A expectativa é que o COR consiga instalar 30 novas câmeras com olhar exclusivo para o Carnaval. Bairros como Tijuca, Ipanema, Leblon, Barra e Centro vão ganhar novos equipamentos. Os pontos exatos ainda estão sendo alinhados com a Riotur. Além disso, as interdições de vias provocadas pelos deslocamentos de blocos serão informadas pelo COR em tempo real no aplicativo COR.Rio.

A parceria com o aplicativo de trânsito Waze, por meio do programa Waze for Cities, proporcionará o acompanhamento dos principais blocos de rua do Carnaval. O objetivo é tornar o aplicativo o grande parceiro de foliões e turistas, atualizando interdições de vias e percursos dos blocos.

CET-Rio apresenta plano operacional 

As operações da CET-Rio têm como objetivo proporcionar o menor impacto viário possível por meio de ações e informações durante todo o ano, e diante dos grandes eventos espalhados pela cidade, há o reforço destas atuações, como o monitoramento dos eventos de forma simultânea e ações em tempo real para a segurança viária, mobilidade aos motoristas e pedestres.

A atuação contará com 320 pessoas por dia de evento, entre operadores e apoiadores de tráfego contratados, 49 motocicletas e 35 viaturas operacionais, que trabalharão para manter a fluidez do trânsito, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar pedestres e atuação nos bloqueios em conjunto com as equipes da Guarda Municipal. Serão instalados 900 galhardetes de proibição de estacionamento e 36 faixas utilizadas no reforço das informações de trânsito. Também serão colocados 38 painéis de mensagens variáveis (PMV) que informarão sobre as alterações no trânsito, os horários e locais dos bloqueios, as restrições de estacionamento, além das condições do tráfego.

Além disso, a CET-Rio dispõe de 20 reboques que serão estrategicamente posicionados para a imediata desobstrução das vias em caso de acidentes ou quebras de veículos nas rotas de desvio. Faz parte do plano de operação ajustar os semáforos instantaneamente a fim de minimizar quaisquer impactos possíveis no trânsito.

Início dos bloqueios de trânsito às 5h do dia do evento

Os fechamentos da Rua Primeiro de Março e Avenida Presidente Antônio Carlos e, também, os acessos a estas vias começam às 5h do dia do evento. Com a previsão de término do desfile ao meio-dia, a liberação das vias é prevista a partir das 13h.

Como estas interdições do trânsito são possíveis impactos viários, portanto é recomendado a utilização de rotas alternativas, como: túneis Santa Bárbara e Rebouças para o deslocamento do Centro até a Zona Sul e Zona Sul ao Centro e/ou Zona Norte. Para aqueles que têm compromissos com horários marcados, como voos no Aeroporto Santos Dumont, a CET-Rio sugere a antecipação deste deslocamento.

Suspensão da área de lazer da Praça da Cruz Vermelha

Durante a intervenção da CET-Rio aos eventos dos megablocos no Centro, a área de lazer da Praça da Cruz Vermelha será suspensa já que todo o entorno daquela região poderá ser utilizada como uma das rotas alternativas.

De acordo com a demanda de cada bloco e região, um planejamento operacional específico será elaborado pelas equipes da CET-Rio de forma em que os foliões tenham segurança nos seus deslocamentos, e o trânsito da região tenha o menor impacto possível aos motoristas e pedestres.

As intervenções para o desfile de blocos tradicionais, como o Imprensa Que Eu Gamo, por exemplo, são iniciadas um dia antes do evento com a proibição de estacionamento no entorno onde ocorre o desfile.

As interdições ocorrem de forma gradativa. No primeiro momento há a interdição para a concentração do bloco e, em seguida, durante o desfile do bloco, as interdições ganham proporções maiores de acordo com a movimentação dos foliões. À medida que há a dispersão do bloco e a limpeza da via, o tráfego de veículos retorna às condições normais.

Esquema de funcionamento do MetrôRio nos desfiles dos megablocos no Centro do Rio

A recomendação da concessionária é que os foliões utilizem a estação Carioca/Centro para embarque e desembarque. A estação contará com estrutura especial, com equipamentos de controle de fluxo, comunicação exclusiva e equipe reforçada. Já a estação Cinelândia/Centro funcionará preferencialmente para desembarque e embarque com cartões pré-adquiridos ou método de pagamento por aproximação (NFC).

Tanto no sábado quanto no domingo, a Linha 2 vai operar entre Pavuna e General Osório/Ipanema, e as Linhas 1 e 4 seguirão o trajeto Uruguai-Jardim Oceânico/Barra da Tijuca. A transferência entre as linhas 1 e 2 poderá ser feita no trecho entre as estações Central do Brasil/Centro e General Osório/Ipanema.

As linhas de ônibus do Metrô na Superfície (Antero de Quental-Gávea e Botafogo-Gávea) vão operar das 5h às 23h30 no sábado; e das 7h às 22h30 no domingo.

No sábado (20/1), feriado de São Sebastião, o MetrôRio funcionará das 7h às 23h, como de praxe aos feriados. Já no domingo (21/1), a operação da concessionária também será das 7h às 23h, no entanto, haverá extensão de horário de embarque nas estações Central do Brasil/Centro e Praça Onze até meia-noite. As demais estações do sistema metroviário funcionarão apenas para desembarque após as 23h. O objetivo é atender aos clientes que vão participar ou assistir os ensaios técnicos das escolas de samba do Grupo Especial na Marquês de Sapucaí.  O esquema também será adotado aos domingos seguintes: 28/1 e 4/2.

Serviço

Funcionamento do metrô para desfiles dos megablocos de rua no Centro do Rio

Metrô – Linhas 1, 2 e 4 Sábado – feriado de São Sebastião (20/1): das 7h às 23h Domingo (21/1): das 7h às 23h, com extensão de horário para embarque nas estações Central do Brasil/Centro e Praça Onze até meia-noite, e as demais estações apenas para desembarque após as 23h.

Transferência entre as linhas 1 e 2 Sábado – feriado de São Sebastião (20/1) e domingo (21/1): no trecho compartilhado entre Central do Brasil/Centro e General Osório/Ipanema

Metrô na Superfície (MNS) – Antero de Quental/Gávea e Botafogo/Gávea Sábado – feriado de São Sebastião (20/1) e domingo (21/1): das 7h às 22h30

Compartilhe

Categoria:

Marcações:

Notícias

Seop e GM-Rio prendem e conduzem para delegacia 85 pessoas nos primeiros dez dias de 2024

11 de janeiro de 2024

Luau das Estrelas estreia com mais de 900 pessoas no Planetário do Rio 

11 de janeiro de 2024

Túnel Santa Bárbara será interditado no sentido Santo Cristo para obras de revitalização

11 de janeiro de 2024

Guardas apreendem dois adolescentes pelo furto de uma prancha na Praça Garota de Ipanema

11 de janeiro de 2024

Quatro construções ilegais são demolidas na saída 5 da Linha Amarela

10 de janeiro de 2024

< Voltar